Jay Park foi recentemente convidado à falar em um podcast americano de Seattle, chamado “The Glow Up“, onde falou sobre colegas trainees serem fisicamente repreendidos na JYP Entertainment. Durante o podcast, Jay Park explicou como ele chegou onde está e falou de seus dias como um trainee também.

O artista mencionou como a mudança drástica de ambiente foi  muito difícil de enfrentar no começo. Ele falou sobre como a criatividade e individualidade são anuladas ao se passar pelo processo de treinamento sistemático de um ídolo trainee.

Ele também confessou que chorou muito nessa época. O cantor disse: “Eu pensava muito ingenuamente que faria algum dinheiro e voltaria (para casa). Então eu fui lá e treinei por cerca de 3 anos e meio, formação vocal e de dança. Era um pouco como um acampamento. […] Isso me ajudou de muitas maneiras, mas também matou a minha paixão por algumas coisas e a minha criatividade de várias maneiras também. É quase como uma programação. Cante assim, faça isso assim. Assim você perde sua individualidade. […] No começo era realmente difícil você sabe? Eu não vou mentir. Eu chorei e mesmo assim continuei passando por tudo aquilo, sabe? Foi estressante.”

Jay Park participando do Podcast. Foto: Koreaboo.

O cantor mais tarde entrou em detalhes e falou sobre um fato específico durante seus dias de trainee na JYP Entertainment. Ele mencionou que houve abuso verbal e físico quando não dançavam ou cantavam corretamente. De acordo com Jay Park, ele foi poupado do abuso, mas outros trainess que não eram bons em dança como ele, foram disciplinados fisicamente.

Ele enfatizou que isso se devia principalmente a diferenças culturais (ele é americano de nascimento) e que a situação não é tão ruim agora. “Na cultura em si, quando você canta certa letra errada ou você faz um certo movimento de dança errado, eles literalmente batem em você. Isso é meio que a maneira coreana de fazer as coisas, sabe? Não é assim agora, está muito melhor, mas naquela época eles te xingavam […] Eles não faziam isso comigo porque eu era muito bom em dançar, mas eu via esse cara perto de mim – quando ele começava alguma coisa errado, sabia que logo seria punido“, comenta ainda o cantor.

Mesmo que Jay Park tenha passado por alguns momentos difíceis durante os seus dias de trainee, ele admitiu que algumas partes disso o ajudaram como artista.

Você pode ouvir o podcast completo no link a seguir. Eles falam sobre o abuso a partir do minuto 18:50. O podcast está em inglês.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.