Lee Min Ho ostentou um visual deslumbrante em sua primeira imagem como embaixador dos relógios e jóias da Louis Vuitton!

Na última edição da revista Esquire, o ator compartilhou seus planos para seu canal no YouTube “leeminho film”, seus pensamentos sobre sua evolução como ator, e muito mais.

Lee Min Ho Em Entrevista Para A Revista Esquire
Fonte: soompi
Lee Min Ho Em Entrevista Para A Revista Esquire
Fonte: soompi

Desde seu lançamento em outubro passado, o canal já ganhou mais de 700.000 assinantes e continua a ser o meio criativo do ator. Ele é conhecido por estar bastante envolvido no processo de edição. Compartilhou: “Enquanto filma, há momentos em que você vai, ‘Ah, eu tenho que usar isto’. Mas quando vou assistir ao vídeo final, há cenas que eu sinto falta. A fim de evitar que isso aconteça, eu entro e vejo tudo. Colocar tudo em ordem ajuda o editor a entender o que eu quero. É uma explicação melhor que dizer isso cem vezes. Mas não é como se eu fosse teimoso sobre exatamente o que eu quero. Peço ao editor que edite no estilo deles e mais tarde misturamos as duas edições”.

Os vídeos de Lee Min Ho são conhecidos por terem um certo tipo de profundidade, uma energia ambígua que é ao mesmo tempo alegre, mas triste. Ele comentou: “Porque na vida real, há dois lados em tudo. Quando eu trabalho, há coisas boas, mas também coisas desconfortáveis. Há momentos felizes, mas também momentos tristes”. Eu acho que gosto das emoções de ambos os lados. Eu tento viver minha vida equilibrando meio a meio.”

O primeiro vídeo é conhecido por ser especialmente profundo. O ator comentou: “Na verdade, não há muito a dizer. Eu apenas o filmei para ser intenso”. Ao ser questionado, ele acrescentou: “Eu não sei. Acho que os fãs entendem bem os elementos. Era para simbolizar que existe o ‘eu’ que tem sido construído ao longo dos anos. Mas quando volto para casa e me lavo, volto para o meu verdadeiro eu”.

Lee Min Ho Em Entrevista Para A Revista Esquire
Fonte: soompi

Quanto aos próximos planos para “leeminho films”, o ator compartilhou: “Quando comecei, havia quatro categorias [de vídeos]. Eu queria fazer algo semelhante a um curta-metragem. Mas, por enquanto, não tenho certeza Eu sou muito preguiçoso. Gosto da vibração dos curtas-metragens que imitam vídeos musicais dos anos noventa. Mas não havia muitas oportunidades de participar de projetos como esse. Então, pensei que seria divertido fazer um curta-metragem com cerca de dez minutos de duração nesse tipo de vibração. É aí que eu me encontro”.

Sobre o que é o fator mais importante de seus vídeos, Lee Min Ho respondeu que são as pessoas. Ele explicou: “Os encantos relatados das pessoas ao meu redor, os lados que compõem um bom adulto, ou o quão saudável, dedicado e responsável é o trabalho de um amigo. Tudo começa porque estas coisas me fazem sentir algo”.

Ser motivado a fazer algo é um assunto comum, aparente na decisão do ator de aparecer sem custo no documentário “DMZ, The Wild” simplesmente porque ele realmente gostava de documentários e a equipe de produção não tinha um orçamento.

Lee Min Ho Em Entrevista Para A Revista Esquire
Fonte: soompi
Lee Min Ho Em Entrevista Para A Revista Esquire
Fonte: soompi

Lee Min Ho também aproveitou para falar sobre seu próximo drama “Pachinko”, baseado no romance do mesmo título do escritor coreano americano Min Jin Lee. Ele garantiu o papel de Koh Hansu, que segundo Lee Min Ho é “sem dúvida, um vilão”.

Ao assumir seu primeiro papel de antagonista, o ator compartilhou: “Agora que estou na casa dos trinta anos, prefiro o que é ‘real’. Se está longe de ser real, eu não concordo com a ideia e fica cada vez mais difícil”. Ele acrescentou: “Quando recebi a oferta para a audição de ‘Pachinko’ e revisei o roteiro, estava convencido de que com este projeto, eu poderia tentar. Creio que graças a minha convicção, o teste correu bem”. Um outro fator que convenceu o ator a prosseguir com o projeto foi que a história da Coreia seria filmada através dos olhos de estrangeiros.

Assim, Lee Min Ho passou por vários tipos de “papéis”. Até seu famoso personagem em “Boys Over Flowers”, antes ele sempre interpretava personagens com pouca relevância. E com seu papel em “O Rei: Eterno Monarca”, ele se destacou no papel de príncipe encantado.

Sobre o que está por vir, Lee Min Ho compartilhou: “Eu poderia participar de um romance de fantasia no final dos meus trinta e quarenta anos, mas será um pouco diferente. Há histórias que são realistas e apropriadas para cada faixa etária. Quer seja uma emocionante, ou uma que restaura. Não acho que haverá mais histórias surgindo para salvar a personagem feminina quando ela estiver em necessidade. Quando os personagens envelhecem, eles raramente se encontram nesse tipo de perigo. E as mulheres hoje em dia também salvam os homens”.

Lee Min Ho Em Entrevista Para A Revista Esquire
Fonte: soompi
Lee Min Ho Em Entrevista Para A Revista Esquire
Fonte: soompi

Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.