Lee Seung-gi deixou de ser considerado o “irmão caçula da Coreia”. Ele ganhou este apelido, a muito tempo atrás, por sua imagem simpática e por ser amado por pessoas de todas as idades.

Aos 31 anos, o ator/cantor/apresentador quer ser lembrado apenas como um artista que transita pelos vários setores de entretenimento de uma forma igualmente devotada e séria.

“Gosto que o apelido tenha se desgastado gradualmente. Todos me conhecem agora como Lee Seung-gi e eu gosto disso. Um artista que faz os três (atuação, TV, apresentações e música) de forma que as pessoas gostem”, disse Lee em uma entrevista feita em Seul.

(Imagem: (CJ Entertainment)
(Imagem: (CJ Entertainment)

Desde que foi dispensado do serviço militar obrigatório ano passado, Lee disse estar mais ocupado do que em sua época de debut. Seu novo filme, “The Princess and the Matchmaker” vem ganhando bilheteria apesar das críticas e o drama “A Korean Odyssey” (Uma Odisseia Coreana) terminou recentemente.

Lee está planejando um novo álbum. “Eu gostaria muito de poder lançar um álbum este ano. Não posso dizer quando, porque não sei o que farei em seguida, mas eu gostaria que fosse esse ano”, disse ele.

Sua carreira musical entrou em pausa desde 2016, quando a celebridade multi-talentosa se alistou para o serviço militar. Lee disse que seu tempo no quartel o afetou de forma positiva.

“Foi a primeira vez que não recebi ajuda de ninguém e tive que cuidar de mim mesmo. Isso fortaleceu minha confiança e me ensinou muito”. “Me tornei mais brincalhão, mais confiante e agora sou capaz de ser menos cauteloso e falar mais sobre o que penso. Sou menos propenso a engolir minhas palavras por causa do que os outros possam pensar.”

Lee também disse ter passado por uma fase de preocupação sobre quem ele realmente é, entre cantor ou ator. Ele notou que ao contrário do passado, a estigmatização em relação aos cantores assumindo papéis de atuação é muito menor na Coreia hoje em dia.

(Imagem; CJ Entertainment)
(Imagem; CJ Entertainment)

“Devo tentar e assegurar que (meu trabalho) não seja ofuscado por outros atores. Não estou fazendo apenas uma tarefa, então preciso trabalhar o dobro, o triplo para nivelar”, disse ele. “Ainda não posso ficar satisfeito com meu trabalho. Continuo nervoso, pois há muitas pessoas tão talentosas. O que mais posso fazer é me esforçar”.

O esforço de Lee impressionou seus colegas, especialmente sua co-estrela Shim Eun-kyung, dizendo estar chocada com a paixão dele.

“Eu tento dar 100% de mim o tempo todo… Eu faço muitas coisas, incluindo programas de TV. Nunca dou desculpas, do tipo ‘ah estou ocupado filmando outro show’, então isso pode deve ser paixão mesmo”, disse ele.

Falando sobre “The Princess and the Matchmaker” (também conhecido como Marital Harmony), Lee gostou da forma do filme insinuar um romance ao invés de retratar descaradamente o amor entre dois personagens. Apesar de algumas das falas serem cafonas, ele gostava do enredo.

“Eu gosto de frases cafonas. Acho que as pessoas até certo ponto querem ouvir tais falas, porque não é algo que as pessoas dizem na vida real. Essas falas um tanto cafonas são usadas em filmes de fantasia e romance, mas acho que as pessoas sonham com elas sendo sussurradas”, disse ele.

“Amei a fala em que eu digo ‘Nem uma vez não pensei em você como uma mulher’. Na vida real é algo digno de vergonha, mas no filme funciona”.

Na vida real? Lee disse não ser muito romântico, mas sim um cara engraçado.

“Eu perguntaria ‘Você realmente que saber? Por quê?’ Eu provocaria, disse ele. “Depende de quem eu conheço. Poderia ser romântico ou não.”

A carreira de Lee na música e TV, ambos em atuação e comédia, se estende além de uma década, mas ele ainda é um iniciante no cinema, participando em apenas dois filmes.

Ele gostaria de interpretar um vilão em um novo filme.

“Meu desejo é contracenar com atores experientes, como Song Kang-ho. Quero assistir e aprender. Mesmo que eles me deem sermões, quero aprender através do processo,” disse ele, indicando que sua fome por crescimento como artista ainda está longe de estar saciada.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.