Fonte: The Korea Herald

Terminou onde tudo começou.

O BTS realizou na terça-feira 29 de outubro, o “grand finale” de sua série “Love Yourself” em Seul, encerrando uma turnê mundial de um ano que começou na capital do país de origem do grupo.

O show de terça-feira no Estádio Olímpico de Seul foi o último dos três dias shows esgotados da turnê do BTS “Love Yourself: Speak Yourself“, uma extensão do “Love Yourself”, que começou em agosto no mesmo palco no ano passado.

Quando o BTS iniciou essa turnê, eles já haviam alcançado o sucesso que nenhum grupo de K-pop alcançou antes, liderando as paradas dos EUA e sendo premiados no país. Mas durante os 14 meses de turnê – onde eles se apresentaram em 23 cidades da Ásia, América, Europa e Oriente Médio para um total de mais de 2 milhões de espectadores – eles realmente alcançaram um status próprio. O grupo foi convidado para o Grammy Awards, liderou as paradas nos EUA e no Reino Unido com o álbum mais recente, levou vários troféus para casa no Billboard Music Awards e esgotou locais colossais como o Wembley Stadium de Londres e o Rose Bowl Stadium da Califórnia.

BTS apresentando “Dionysus” no Estádio Olímpico de Seul . Fonte: The Korea Herald

Encerrando esta era marcante, o retorno triunfante do BTS foi especial, com drones, fogos de artifício, vestuário novo, vídeo clips atualizados e fanchants. Os integrantes pareciam aliviados, animados e emocionados por se apresentarem em seu país.

Acho que vou ficar muito triste por não poder mais fazer essa turnê de ‘Love Yourself: Speak Yourself’“, disse o líder RM, que não conseguiu conter as lágrimas no final. “Esse conceito de ‘Love Yourself, Speak Yourself’ termina aqui, mas a jornada para descobrir como se amar continuará. Então, vamos dar as mãos e passar um tempo juntos para que possamos nos amar ainda mais.

Jin também ficou com lágrimas nos olhos ao recordar sua apresentação solo no início da noite.

Quando cantei ‘Epiphany‘, fiquei triste ao pensar que essa seria a última vez e fiquei emocionado ao cantar“, disse ele. “Quando eu estava olhando para vocês do palco, isso me fez sorrir também, um misto de emoções me fez sentir aliviado e triste.”

Onde há um começo, há um fim e onde há um encontro, também há um adeus“, disse Suga. “O último show chegou ao fim, mas acho que também é outro começo.

BTS na apresentação de ” Boy With Luv”. Fonte: The Korea Herald

Os integrantes fizeram questão de informar os fãs para esperarem uma nova era.

Com a energia que vocês derramaram sobre nós, voltaremos com novos álbuns e shows no futuro e devolveremos seu amor”, disse Jungkook.

Por cerca de três horas, o septeto realizou a renomada lista de 24 músicas da turnê, com gritos arrepiantes, cantos febris e ondas de bastões de luz brilhantes das “Army Bombs”.

A noite começou com o hino de festa “Dionysus”, do mais recente álbum “Map of The Soul: Persona”, acompanhado por onças-de-prata infláveis ​​de tamanho grande em cada lado. O BTS, vestindo ternos pretos e cinza, dançou contra um cenário de colunas gregas gigantes para dar o tom da noite, seguido pelo banger de hip-hop “Not Today“.

Olá, somos o BTS“, o grupo gritou, cumprimentando e parecendo feliz por estar de volta a Seul.

Vamos gastar toda a energia que nos resta hoje”, disse V. “A turnê que começou em Seul está terminando em Seul. O começo é o mesmo que um final. E porque vocês estão junto conosco, será uma conclusão bonita.

É difícil acreditar que já seja a 62ª performance. É simplesmente incrível “, disse J-Hope. “Durante essa turnê, senti muitas emoções e aprendi muito, por isso estou muito agradecido.”

A noite estava um pouco fria, mas o BTS aqueceu o coração dos fãs ao apresentar hits icônicos como “Outro: Wings“, “Best of Me“, “Boy With Luv“, o medley eletrizante de “Dope“, “Silver Spoon” e “Fire“,” Fake Love “,” Mic Drop “e” Idol “.

Os cobertores que os organizadores forneceram ao público em parceria com a marca esportiva Fila e as chamas subindo ao palco para efeito visual também ajudaram a amenizar o clima frio.

No show de Seul, cada integrante apresentou um novo nível de maturidade em suas apresentações solo, um produto da turnê de um ano. As habilidades de dança e a energia poderosa de J-Hope irradiaram durante seu “Trivia: Just Dance“, o cantor vestindo tudo em um terno vermelho cereja. A voz sedosa e a presença graciosa de Jungkook impressionaram a multidão enquanto ele cantava “Euphoria” e voava pelo estádio em um tirolesa.

J-Hope durante seu solo “Trivia: Just Dance”. Fonte: The Korea Herald
Jungkook durante seu solo “Euphoria”. Fonte: The Korea Herald

Serendipity” de Jimin foi como uma bela obra de arte, quando o cantor emergiu dentro de uma bolha e exibiu movimentos de dança, líricos e balísticos, enquanto RM comandou o palco durante “Trivia: Love“, com seu carisma e rap otimista.

Jimin durante a apresentação de seu solo “Serendipity”. Fonte: The Korea Herald
RM em seu solo “Trivia: Love”. Fonte: The Korea Herald

A “Singularity” de V era simplesmente singular, pois ele contava uma bela história com sua voz rouca e soul e seus movimentos. “Trivia: Seesaw” de Suga mostrou que ele não pode apenas fazer rap e produzir, mas cantar de um jeito comovente. Jin ao cantar “Epiphany” deu calafrios ao público quando alcançou as notas altas.

V em seu solo “Singularity”. Fonte: The Korea Herald
Suga em seu solo “Trivia: Seesaw”. Fonte: The Korea Herald
Jin em sua apresentação solo “Epiphany”. Fonte: The Korea Herald

Os integrantes também se divertiram no palco, sendo engraçados um com o outro, como quando Jungkook, V, Jimin e Jin se juntaram a J-Hope no palco para mostrar o novo solo deste,”Chicken Noodle Soup“, exibindo coreografia de frango espirituosa.

Durante todo o show, os integrantes do BTS expressaram sua humilde gratidão aos fãs, dizendo que seria impossível sem eles.

Quando estou com vocês, sinto que estou em um mundo diferente e me sinto feliz o tempo todo“, disse Jimin depois de comparar suas atividades favoritas de dança com a sensação de que ele está em outro lugar. “Obrigado por nos fazer outro mundo.”

Chamando os fãs de universo e amor de suas vidas, o BTS terminou o show com a música “Mikrokosmos“, inspirada em estrelas, quando 300 drones voaram acima do estádio e formaram a forma de planetas, o símbolo do BTS e o símbolo das Armys. A noite terminou com belos fogos de artifício e os integrantes percorreram pelo local para se despedir dos fãs.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.