Fonte: Kpopwiki

O boy-group de K-pop Seventeen lançou na segunda-feira, 16 de setembro, seu terceiro álbum, “An Ode”, uma coleção de músicas melancólicas e carismáticas. O álbum de 11 faixas marca uma reviravolta acentuada em relação ao estilo musical característico e enérgico que o grupo segue desde sua estréia em 2015.

O álbum é comandado pela faixa principal, “Poison: Fear”, uma música dançante de R&B, pesada com sons agudos de graves. A música é acompanhada de uma performance de dança mais forte do que nunca, com os 13 artistas vestidos com ternos pretos e jóias ousadas.

A faixa traz o lado mais sombrio do Seventeen que nunca foi mostrado antes, descrevendo o medo interno como veneno“, disse o principal produtor e integrante do grupo, Woozi, em um showcase para a imprensa realizado na Korea University, em Seul.

Ele disse que será “uma grande mudança” na música e no conceito do Seventeen. Woozi compôs e escreveu em conjunto a letra da música principal.

O novo álbum representa o anseio do grupo que exige muito desempenho para novos desafios, bem como sua mentalidade artística mais recente, de acordo com o líder do grupo S.Coups.

Adoramos enfrentar desafios e novas aventuras. … Este novo álbum personifica quem somos no momento, em vez de definir a direção futura da nossa música“, afirmou.

Outra música notável em “An Ode” é a primeira faixa, “Hit”, uma poderosa canção EDM composto por Woozi com o artista solo de e K-pop Bumzu.

Como o título indica, a música traz uma mensagem de luta para romper com as coisas que nos prendem“, disse Won-woo integrante do grupo.

Um dos objetivos que o grupo estabeleceu para o álbum mais recente é “reproduzir mensagens importantes“, de acordo com o integrante DK.

Todos os 13 integrantes estavam na mesma página apostando tudo o que têm no novo álbum. O grupo não vai parar por aí, mas continua trabalhando para expandir o espectro de sua música, observou Woozi.

Em Outubro, o Seventeen começa uma turnê mundial, “Ode to You”. Eles começarão em Osaka no dia 8 de outubro, antes de irem para outras três cidades japonesas e depois para Jacarta, Bangcoc, Manila e, finalmente, Kuala Lumpur em fevereiro.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.