A cena do K-pop tem uma nova (alguns podem dizer antiga) estrela.

Yang Joon-il, um cantor de 50 anos que foi considerado um pária no início dos anos 90, encantou os fãs em um retorno dramático que levou quase três décadas para acontecer.

A história do conto de fadas começou com a onda retrô no canal do YouTube “Online Tapgol Park”. O canal leva o nome de um parque situado no centro de Seul, bem conhecido como ponto de encontro de idosos, organiza vídeos de anúncios de TV e shows de música dos anos 90.

O Cantor em uma coletiva de imprensa em 31 de Dezembro de 2019. Foto: Yonhap

Yang tornou-se instantâneo lá, com sua aparência de menino e moda extravagante, ganhando o apelido de “G-Dragon dos anos 90”, astro do K-pop e ícone do estilo G-Dragon do BIGBANG.

Jovens fãs elogiaram seu estilo, combinando perfeitamente em quase 30 anos depois. “Parece que ele carregaria AirPods no bolso”, escreveu um usuário.

“Ele parece que entra no Instagram”, comentou outro usuário.

O sucesso virtual do cantor coreano-americano se materializou na vida real quando a emissora JTBC o convidou para o programa Two Yoo Project Sugar Man, que convoca cantores esquecidos.

Confira um trecho do programa:

A partir daí, a busca para recuperar seu estrelato aconteceu em um turbilhão a Yang, que até recentemente servia mesas em um restaurante na Flórida.

Fãs de diferentes gerações acolheram seu senso atemporal de moda e movimentos de dança com alma que contrastam com a coreografia meticulosa, mas um tanto mecânica, da maioria dos cantores de K-pop.

Mais de 60 mil pessoas ingressaram no seu fã-clube on-line, e os ingressos para 2 fan meetings realizados no dia 31 de dezembro do ano passado se esgotaram instantaneamente.

Celebridades se manifestaram em apoio a Yang, e ele conseguiu anúncios em alguns dos maiores conglomerados do país, como Lotte.

“Eu era fã dele desde o colegial. Mas meu pai era tão rigoroso que não ousava tentar encontrá-lo. Eu pensei que nunca seria capaz de encontrá-lo antes de morrer, mas ele apareceu de repente”, disse uma fã antes do evento, que pediu para ser identificada como uma dona de casa de 46 anos.

“Ele se parece com o G-Dragon, mas muito mais legal”, ela continuou.

Mas fãs e colunistas culturais dizem que há mais em seu charme do que música e estilo. Por um lado, ele não tinha medo de ser ele mesmo em uma sociedade que exigia que ele fosse como os outros.

Yang, que certa vez reconheceu que se sentia “impróprio para a Coreia”, foi rotulado como sendo diferente no cenário social rígido e conservador do início dos anos 90.

Imagem da KBS comparando Yang Joon-il com G-Dragon, do BIGBANG. Foto: KBS

Seus cabelos longos e figura esbelta, hoje celebrado pelos fãs do século 21, foram frequentemente questionados contra outros cantores, que apelavam com feições masculinas.

A faixa de 1992 de Yang, “Pass Word”, captura esse sentimento. A letra dizia:

“Você não conhece Yang Joon-il? Nossa, ele realmente é péssimo. Por que o cabelo dele é tão comprido? Ele até usa brincos … (não tenho) certeza se ele é uma mulher ou um homem”

Suas músicas foram questionadas por serem “decadentes” e terem muitas palavras em inglês. Em um incidente, Yang se lembrou de uma platéia jogando pedras nele enquanto ele se apresentava no palco.

“A maneira como ele foi tratado revela a feia uniformidade dos anos 90. Ele realmente estava à frente de seu tempo”, disse um trabalhador de escritório de 37 anos de idade, sobrenome Kim.

“Eu não sou fã dele, mas espero que ele possa agora viver em um mundo onde ele possa fazer o que quiser”. 

A carreira musical do controverso cantor estava longe de ser tranquila. Mais tarde, ele desapareceu do público após o escritório de imigração negar sua permissão de permanência, levando a sua partida.

Ele retornou com o nome artístico de “Jiy” e um corpo volumoso e cabelos curtos, apenas para enfrentar o desinteresse do público. Enquanto a dramática transição do garçom de restaurante para um dos cantores mais conhecidos do país parece um sonho, Yang surpreendeu os fãs com sua reação indiferente à nova fama.

Apesar de ter passado pelos altos e baixos da vida, ele foi citado várias vezes sobre como aprecia cada momento da vida, tanto o bom quanto o ruim.

Perguntado sobre o que ele gostaria de dizer ao seu eu mais jovem, ele disse: “Joon-il, eu sei que a vida nem sempre corre como você deseja. Mas não se preocupe. Tudo acabará perfeitamente bem”, expressando gratidão por sua trajetória de vida.

Em uma entrevista coletiva, Yang disse: “Havia coisas boas e ruins e eu aprendi muito a passar por elas. Não há nem um momento que eu queira jogar fora”, acrescentando que “o passado não me atormenta mais”.

Fãs esperam no lado de fora do prédio da Universidade Sejong em Seoul para o fan meeting de Yang Joon-il no dia 31 de Dezembro/2019. Foto: Yonhap

Um fã de meia-idade disse que é isso que realmente o diferencia. “Quando adolescente, eu gostava dele pela aparência. Mas agora é por sua personalidade. Eu realmente podia sentir que ele é uma boa pessoa… Eu poderia me relacionar com sua vida e sua dor. Espero que ele tenha sucesso”.

Especialistas dizem que essa atitude em relação à vida está no centro de sua popularidade explosiva.

“Suas citações sobre se contentar com a vida do jeito que ela é realmente nos toca. Muitas pessoas dizem que devemos nos concentrar no presente, mas isso não é levado em consideração. Mas Yang Joon-il viveu uma vida assim”, disse o colunista cultural Ha Jae-keun.

“Sua atitude é o motivo das pessoas estarem apaixonadas por ele. Sua própria atitude é o que o recompensou”.

Para Yang, essa atitude ainda permanece firme, apesar das mudanças que surgiram em sua vida. O cantor disse que “ele não planeja o futuro” enquanto tenta comprometer-se a cada segundo, acrescentando que seu único plano é ser um ótimo pai e marido.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



4 COMENTÁRIOS

    • Que legal Mirella!! Você está dizendo isso porque ele é mais velho que a maioria dos cantores,né? Eu ainda não consegui este feito, pois até o PSY é mais novo que eu… Mas Também conheci um cantor bem legal ontem enquanto editava os textos para o Koreapost. Uma música bem suave… se chama Crush (mas ele é novo). Sabe uma dupla que também está na casa dos 40 que é muito boa? Fly to The Sky, já ouviu? Veja só este comeback stage que incrível. Olha a voz do segundo solista… Sou apaixonada!! Espero que goste!! https://www.youtube.com/watch?v=KPteSQxY72A Obrigada por curtir o Koreapost!!

  1. Eu me emocionei com a história dele , estou muito feliz pelo sucesso dele . Amei a música Rebecca , pretendo colocar na minha lista .
    Obrigada por compartilhar .

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.