Yoon Sung-wook, diretor executivo da Funderful, posa durante uma entrevista para o The Korea Herald em Seul. Foto: The Korea Herald

Investimentos corporativos em conteúdos culturais da Coreia, como o filme “O Parasita” e a série “Round 6” são comuns. E o sucesso dos filmes/séries significa um retorno financeiro positivo, frequentemente considerado investimento de risco. Uma plataforma online acredita que o acesso ao mercado de conteúdo coreano pronto para produção poderia abrir para outros públicos, a medida que investidores-pessoa-física ao redor do mundo estão demonstrando grande interesse na área de cultura e entretenimento de rápido crescimento.

Estamos ansiosos para lançar uma plataforma de serviços de financiamento global, que permite que investidores estrangeiros façam subscrições em vários conteúdos de cultura pop coreana, como filmes, musicais, dramas e exibições. Com o objetivo de iniciar o serviço em 2023, nós já começamos os preparativos“, disse Yoon Sung-wook, CEO da Funderful.

As pessoas ao redor do mundo sabem que a Coreia é excelente em produção de conteúdo. Da mesma forma que pequenos investidores migram para o mercado de ações americano para comprar ações globalmente populares, por que não podemos atrair novos fundos estrangeiros para produzir conteúdo coreano de alta qualidade?

Yoon espera ver uma forte demanda internacional. De acordo com ele, diversos pequenos investidores da Mongólia, Indonésia, Malásia e dos Estados Unidos abordaram a empresa perguntando como eles poderiam participar dos financiamentos de dois filmes: o filme de comédia “Sinknhole” com o o ator Lee Kwang-soo, e o filme de ação “Decibel“, com o ator Lee Jong-suk.

Aumenta o Número de Pessoas Físicas investindo em Conteúdo Coreano
Lee Kwang-soo no Poster do filme Sinkhole. Foto: Soompi

Atualmente, investidores-pessoa-física podem fazer investimentos online de até W5 milhões ($4.238) por projeto, de acordo com a Lei do Mercado de Capitais.

No entanto, a cooperação dos agentes de serviços de investimentos com corretoras de valores locais, que oferecem sistemas de comércio mobile fora do país fornecem acesso a oportunidades de investimentos, disse ele. O serviço poderá ser lançado primeiramente em Singapura e Malásia, disse o CEO.

Fundada em maio de 2019, a empresa Funderful recebeu autorização da Comissão de Serviços Financeiros em fevereiro desse ano. Até 14 de novembro de 2021, 18 projetos concluíram arrecadação por meio da plataforma dos agentes de serviços de investimentos, com 15.000 investidores-pessoa-física e institucional, injetando mais de W4.36 bilhões em capital.

Investimentos ficaram simples e fácil no Funderful. Com alguns toques em um smartphone, investidores podem participar em investimentos online por meio de empresas de portfolio segregados. Eles podem ter lucro dependendo do sucesso do conteúdo investido, além de ter uma participação no controle. A empresa seleciona o conteúdo e analisa as estruturas de receita para fornecer informação o suficiente em projetos, antes do processo de arrecadação de fundos.

Yoon que construiu sua carreira no banco estatal Industrial Bank of Korea e pela plataforma de financiamento coletivo Wadiz, acredita que a Funderful é a única empresa no mundo, que convida pessoas para ser investidores em conteúdos culturais. A empresa teve que criar seu próprio modelo de negócio, e se inspirou em modelos de serviços da Wefunder com sede nos Estados Unidos, e Crowdcube do Reino Unido.

Nossa visão é resolver a assimetria de informação sobre os investimentos dos investidores de varejo e, ao mesmo tempo, oferecer condições de financiamento para as produtoras”, afirmou o CEO. “Uma vez que muitas variáveis ​​e riscos aparecem no mercado de conteúdo, desempenhar papéis distintos para nossos clientes é necessário ao promover o conteúdo coreano para o mundo”.

Sob a meta, os projetos de arrecadação de fundos bem-sucedidos do agente de serviços de investimento incluem as exposições “Fotografias de Yosigo: Lembranças de férias“, “Acidentalmente Wes Anderson” e a segunda temporada do melodrama de TV Chosun “Amor (com casamento e divórcio)“.

Uma exibição da série da Naver webtoon “Yumi’s Cells” e do filme de ação de fantasia “Spiritwalker” recentemente deu início às rodadas de arrecadação de fundos, enquanto o financiamento para a terceira temporada de “Love” está programado para começar em meados de novembro.

Aumenta o Número de Pessoas Físicas investindo em Conteúdo Coreano
Série de TV Yumi’s Cells. Foto: Han Cinema

Uma meta de longo prazo para a Yoon é contribuir para a transformação digital do mercado, permitindo que os investidores usem tokens de segurança e tokens não fungíveis (NFTs) para investir em conteúdo cultural coreano. Os investimentos baseados em blockchain permitiriam aos produtores levantar grandes quantias de fundos por um período mais longo. Os investidores também gerariam lucros mais estáveis ​​no longo prazo, prevê ele.

A Funderful tem como objetivo levantar novo capital por meio do financiamento da Série A para iniciar seu processo de desenvolvimento de construção de uma plataforma global mais qualificada. Três instituições de dentro e de fora do país mostraram-se dispostas a injetar recursos próprios, além dos já existentes, segundo Yoon. O financiamento está previsto para ocorrer no primeiro trimestre do próximo ano. A empresa concluiu o financiamento da rodada pré-Série A de dois sócios limitados em setembro do ano passado.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

12 − um =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.