De contadores de passos a cupons de segunda mão, nativos digitais procuram novos meios de fazer uma renda extra, apesar dos riscos.

Ahn Jung-hyun, 32 anos, trabalha em uma empresa de seguros e sabe que seu salário, de W65 milhões ($55.370) ao ano, está bem acima da média. Mas mesmo quando não está trabalhando, ela nunca para de fazer uma renda extra.

Ao invés de ficar jogando no celular ou assistindo Netflix, Ahn clica no número de aplicativos que oferecem cashback ou cupons de descontos como recompensas de marketing.

Ahn faz parte do crescente número de coreanos que procuram renda extra por meio de aplicativos.

O contador de passos da Toss, uma fintech local, é um aplicativo popular. Se um usuário ativa o modo de contagem de passos, o aplicativo recompensa usuários com mais de W100 ($0.86) por dia. Também é possível convidar amigos que usam a Toss e adicionar seus passos em seus registros de usuários.

Coreanos estão fazendo renda extra por meio de aplicativos
Print da tela do celular do contador de passos da Toss. Fonte: The Korea Herald

Mais de 2.2 milhões de pessoas receberam recompensas no dia 31 de agosto, disse um funcionário da Toss.

Alguns usuários economizaram dezenas de milhares de wons nos últimos dois anos, usando o contador de passos“, disse o funcionário.

Jovens coreanos também ganham dinheiro ensinando inteligência artificial. Labelr, uma empresa de processamento de dados, oferece projetos que envolvem tarefas simples.

Coreanos estão fazendo renda extra por meio de aplicativos
Print do projeto de ensino de Inteligência Artificial da LabelR. Fonte: The Korea Herald

Participando em vários projetos, eu ganhei W6.200 ($5.22) em um curto período de tempo. Um deles foi um projeto que filtra comentários de haters que foi muito fácil de fazer“, disse Hansol, um Youtuber que ensina meios de aumentar e administrar renda.

Alguns vendem seus cupons que não querem. Ni-con Nae-con é uma plataforma que negocia cupons de segunda mão para serem usadas em cafeterias, restaurantes, lojas de conveniência e até mesmo conseguir dados de celulares. Pessoas que não querem desperdiçar cupons podem vendê-las, e os compradores podem economizar com os cupons.

Coreanos estão fazendo renda extra por meio de aplicativos
Plataforma da Ni-con Nae-con, onde quem não usa pode vendê-las na plataforma. Fonte: The Korea Herald

Eu sempre achava que era desperdício jogar cupons vencidos. Mas usando esse aplicativo, eu posso ganhar dinheiro extra com os cupons que não estou planejando usar“, disse Kim Tae-jin, um usuário de 27 anos. Kim conseguiu W50.000 ($42) em um mês vendendo cupons.

Especialistas dizem que os jovens coreanos estão adotando novos meios de enriquecer na era digital.

Para gerações mais novas, investimento é como um hobby. Eles são nativos digitais que são expostos ao capitalismo desde muito novos. Então eles estão acostumados a ganhar dinheiro usando tecnologia digital“, disse Lee Eun-hee, professor de ciência do consumidor na Universidade Inha.

Lee disse que os jovens coreanos são atraídos pelos investimentos “rápidos e fáceis“. Complementar a renda por meio de aplicativos é um método conveniente já que é possível  fazer do celular.

De acordo com uma pesquisa conduzida pela Embrain, uma empresa de pesquisa local online, de 1000 pessoas que responderam a pesquisa, 392 dizem que usam aplicativos para complementar a renda. O número superou aqueles que fazem investimentos por meio de imóveis ou criptomoedas.

Mas há preocupações, pois algumas pessoas estão contando muito com o dinheiros dos aplicativos. Especialistas alertam que alguns aplicativos e serviços tem riscos de perder dinheiro.

Tok Tok, uma empresa que fingia ser um provedor de serviços de recompensa da Tik Tok, é acusada de investimento fraudulento ao atrair clientes que buscam “dinheiro fácil“. Esse ano, a empresa divulgou um anúncio dizendo que usuários poderiam ganhar mais de W189 milhões ($159 mil) ao ano se eles pagassem W10 milhões ($8.418) numa taxa de adesão.

Mas a empresa encerrou o aplicativo em junho sem reembolsar os usuários, deixando um monte de vítimas.

O recente fiasco da Mergepoint é outro exemplo de como os aplicativos que prometem benefícios financeiros deixam seus usuários sem dinheiro. O serviço permitia que os usuários comprassem Mergepoints por menos do que seu valor nominal, e esses pontos poderiam ser gastos em vários lugares, como cafeterias e lojas de conveniências.

Mas a Mergeplus, que opera a Mergepoint, de repente diminuiu o número de lugares que os pontos poderiam ser gastos, deixando usuários na mão e sem oferecer um reembolso total.

Coreanos estão fazendo renda extra por meio de aplicativos
Pessoas na sede da Mergeplus em busca de reembolso, com o fiasco da Mergepoint. Fonte: The Korea Herald

De acordo com o professor Lee, as operadores de descontos por aplicativos devem ter mais de W30 bilhões ($25 milhões) em capital. Esse é uma quantidade mínima destinada a fornecer proteção aos consumidores quando as coisas não dão certo.

Mas no caso da Mergeplus e de outras empresas fraudulentas, eles não atendiam aos padrões, o que levou danos aos consumidores“, disse Lee.

Lee alerta os consumidores para que tomem muito cuidado e considerem os potenciais riscos ao fazer renda extra.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

seis + dezessete =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.