Grupos de defensores de animais estão pedindo a proibição de “cafés de vida selvagem” e  “zoológicos com contato” que permitem aos visitantes tocar ou alimentar animais, pode aumentar o risco de infecções pelos mesmos, devidos aos maus tratos.

A Associação Coreana de Bem-Estar Animal realizou uma conferência de imprensa em frente à Assembleia Nacional na quinta-feira, dia 6 de fevereiro, alegando que essas instituições são “bombas-relógio que podem causar e espalhar novos tipos de epidemias”.

“A Organização Mundial da Saúde (OMS) informou que 70% de todas as epidemias nos últimos 30 anos vieram de animais selvagens”, disseram os manifestantes. “O coronavírus de Wuhan também foi supostamente, causado por contato com a vida selvagem”.

Os cafés de vida selvagem, no entanto, aumentaram de 35 para 64 locais nos últimos dois anos, sem a responsabilidade de proteger os animais.

“Os ‘Zoo Tours’, que levam animais selvagens para creches e escolas locais para forçar o contato humano com as espécies, também estão se tornando mais difundidos”, acrescentaram.

Animais selvagens, fracos e frágeis devido ao estresse por serem presos em um ambiente pobre e insalubre, estão altamente expostos ao risco de infecção. Em muitos casos, no entanto, eles são deixados sem diagnóstico ou tratamento veterinário.

Um típico Racoon Cafe. Via: Wall Street Journal

“A Lei de Proteção e Gerenciamento de Animais Silvestres deve ser alterada para proibir que animais silvestres sejam criados ou expostos em instalações que não sejam um zoológico”, acrescentaram.

“O atual sistema de registro de zoológicos e aquários deve ser substituído pelo sistema de autorização para impor regulamentos mais rígidos aos chamados zoológicos com experiência”.

“Apesar dos esforços para conter o coronavírus, existem pessoas por aí vendendo animais selvagens nas ruas de Seul”, disse o deputado Lee Sangdon, do partido Bareunmirae.

“A experiência de zoológicos e cafés de animais continua a funcionar, incentivando as crianças a entrar em contato com animais selvagens.”


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.