A Coreia do Sul divulgou no dia 24 de abril um conjunto de diretrizes para cada local e ocasião para melhor implementar uma “quarentena da vida cotidiana” em meio a uma desaceleração nos novos casos de coronavírus.

As diretrizes mais recentes são instruções detalhadas sobre a prevenção do vírus, introduzidas pelo governo, que comunidades e indivíduos devem seguir quando o país iniciar a “quarentena da vida cotidiana”, um esquema de quarentena que permite às pessoas se envolver em certas atividades econômicas e sociais, mantendo o distanciamento para retardar a propagação do coronavírus.

As autoridades de saúde disseram que 12 ministérios do governo prepararam diretrizes de higiene preventiva em 31 áreas, cobrindo quase todas as situações que as pessoas enfrentam em suas vidas diárias.

Coreanos usando máscaras em parque em Seul | Fonte: Yonhap

As diretrizes pedem que as pessoas fiquem em casa quando apresentarem sintomas do COVID-19, como febre, ou tiverem viajado para o exterior nas últimas duas semanas.
Independentemente do local, as pessoas são aconselhadas a manter uma distância de 2 metros quando encontrarem outras pessoas e seguirem rotinas básicas de higiene pessoal, como lavar as mãos.

No trabalho, as pessoas são aconselhadas a minimizar as ocasiões presenciais e a se concentrar em sua rotina de desinfecção. Ao cumprimentar os outros, recomenda-se um ligeiro arco em vez de apertar as mãos.

Para donos de lojas ou gestores de pequenos estabelecimentos, o governo pediu que limitassem os eventos com concentração de massas. Aqueles que planejam participar de atividades religiosas são aconselhados a usar máscaras.

O governo afirmou que essas diretrizes não têm poder legal, pois são recomendações, mas, para algumas instruções essenciais, está considerando a possibilidade de impor penalidades aos infratores.

Profissionais de saúde desinfetam equipamentos esportivos em um centro esportivo comunitário em Seul | Fonte: Yonhap

As autoridades de saúde declararam que decidiram revelar as diretrizes antes que o país faça a sua transição para a “quarentena da vida cotidiana”, uma vez que esse sistema exige um consenso social.

O governo afirmou que as diretrizes serão confirmadas somente após ouvir as opiniões de várias pessoas.

A Coreia do Sul já formou um comitê para discutir a “quarentena da vida cotidiana”, composto por médicos especialistas, funcionários do governo e representantes de grupos civis.

“Essas diretrizes foram criadas com o objetivo de equilibrar a vida cotidiana e as atividades de quarentena, e visam começar com a compreensão e a participação das pessoas”, disse o vice-ministro da Saúde Kim Gang-lip.

“As diretrizes também são preparadas com a ideia de que possam ser atualizadas com as ideias criativas das pessoas”.

As diretrizes de prevenção contra o vírus na Coreia do Sul podem ser encontradas no site do Ministério da Saúde e Bem-Estar do país (mohw.go.kr).


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.