O Exército da República da Coreia promoveu Kang Sun-young ao posto de primeira general de duas estrelas do país e a designou para chefiar o Comando de Operações de Aviação (AOC em inglês).

Kang, 53, tornou-se a primeira mulher comandante do AOC nos seus 20 anos de funcionamento. O Comando opera 34 helicópteros Apache, além de dezenas de helicópteros Cobra e 500MD.

Ela é especialista no campo da aviação do Exército, tendo atuado anteriormente como comandante do 60º Grupo de Aviação, do 11º Grupo de Aviação e como chefe de gabinete do AOC.

O AOC é uma força militar essencial para garantir a vitória de nossas forças terrestres“, disse a general em seu discurso inaugural em 21 de novembro. “Prometo fazer o possível para tornar nossa aviação do Exército e a AOC mais dedicados, competentes e profissionais”.

Ela foi contratada como segunda tenente em 1990, quando havia apenas 99 oficiais do sexo feminino, excluindo as de enfermagem. Agora, existem mais de 10.000 oficiais mulheres.

Maj. Gen. Kang Sun-young (fonte: Yonhap News)

Naquela época, tudo, desde as condições até o sistema, era desvantajoso para as mulheres e não havia muitas chances de serem designadas para cargos importantes. Mas os tempos mudaram e agora eu chefio o AOC, o que abre mais oportunidades para mulheres subordinadas“, afirmou ela.

Atualmente, existem muito mais oportunidades para as oficiais do sexo feminino conseguirem cargos importantes. Não importa se você é homem ou mulher; a oportunidade se apresenta de acordo com as capacidades individuais“.

A comandante acredita que a característica mais importante de um líder é dar exemplo, ajudando e colocando a mão na massa junto aos subordinados.

Ao fazer isso, as tropas subordinadas vão perceber que o líder as ajudará voluntariamente a alcançar um objetivo comum e, assim que realmente percebem, começam a seguir as suas ordens. Se você tentar obter tratamento especial apenas porque é uma soldado mulher ou um comandante, ninguém o seguirá“, disse Kang.

Bandeira do Exército do Coreia (fonte: Wikipedia)

Kang é pioneira e um exemplo especialmente para oficiais do sexo feminino, mas tornar-se a primeira em qualquer campo traz grande responsabilidade, disse ela.

Tornar-se o primeiro pode significar abrir oportunidades, mas também, quando você é o primeiro, não há exemplos ou pessoas com quem aprender. Muitas vezes, meus resultados se tornam o padrão das oficiais mulheres“, disse a comandante. “Se eu falhar em alguns aspectos, não será apenas um fracasso para mim, mas impactará todas as futuras oficiais mulheres e poderá limitar suas capacidades, então tentei o meu melhor para superar todos os desafios“.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.