O principal jornal da Coreia do Norte exigiu que os Estados Unidos concordem em declarar o fim da Guerra da Coreia, que ocorreu entre 1950 e 1953, para abrir caminho para uma paz duradoura na península coreana.

Em meio a expectativas de uma visita iminente do Secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, à Coreia do Norte, o jornal Rodong Sinmun, do Partido dos Trabalhadores (Worker’s Party), disse em um comentário que Washington tem a responsabilidade e a obrigação de declarar o fim da guerra.

“Não há razão para ignorar uma declaração que coloque fim à guerra. É um processo preliminar e essencial para preparar o terreno para a paz permanente na península coreana”, disse o comentário do jornal.

O jornal também ressaltou que os cidadãos sul-coreanos e norte-coreanos que vivem nos EUA já realizaram manifestações para pedir a declaração de fim de guerra.

Imagem histórica do momento de assinatura do armísticio, em 1953.
Imagem histórica do momento de assinatura do armísticio, em 1953.

“Os EUA devem implementar medidas graduais e simultâneas, como a declaração de fim de guerra, para construir a confiança mútua e avançar rumo à segurança mundial”, disse o jornal.

O site de propaganda externa norte-coreano Meari também publicou um comentário, argumentando que não faz sentido falar sobre paz e prosperidade na península coreana sem assinar a declaração do fim da guerra.

“Enquanto o armistício permanecer em vigor, até mesmo um pequeno evento acidental poderá imediatamente se transformar em uma crise. Se assim for, as relações entre Norte e Sul e com os EUA poderão retroceder para como eram no período do conflito”, disse o site.

Nas últimas semanas, os meios de comunicação oficiais e de propaganda de Pyongyang publicaram comentários e artigos que pressionavam Seul e Washington a concordarem com uma declaração para acabar com a Guerra da Coreia e aliviar as sanções ao Norte.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.