Foto: Felix Gottwald.

Uma agência de turismo localizada na China anunciou que interromperá todas as viagens em grupo para a Coreia do Norte por cerca de um mês, devido à questões internas norte-coreanas.

A agência INDPRK, presente em território chinês, anunciou que todos os pacotes em grupo serão interrompidos até 05 de setembro. A agência afirmou que a decisão foi feita tendo em vista que todos os hotéis de Pyongyang passarão por renovações por cerca de 20 dias.

Especialistas, entretanto, dizem que o anúncio pode ter sido feito em razão da possível visita do presidente chinês, Xi Jinping, em Pyongyang.

Kim Jong-un (E) e Xi Jingping. Foto: South China Morning Post.
Kim Jong-un (E) e Xi Jingping. Foto: South China Morning Post.

A Coreia do Norte já realizou restrições à entrada de estrangeiros no passado por diferentes razões, especialmente quando o país preparava-se para eventos importantes.

Pyongyang também pode estar organizando-se para a celebração do 70º aniversário de fundação da nação, comemorado no dia 09 de setembro.

“Acreditamos que a Coreia do Norte está preparando-se para um evento importante, ou que autoridades estão planejando uma visita, já que Pyongyang restringiu a entrada de estrangeiros durante a alta temporada de turismo, ainda que esta seja uma de suas principais fontes de renda”, uma fonte de Pequim disse.

Disclaimer

As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.