Foto: Felix Gottwald.

Uma agência de turismo localizada na China anunciou que interromperá todas as viagens em grupo para a Coreia do Norte por cerca de um mês, devido à questões internas norte-coreanas.

A agência INDPRK, presente em território chinês, anunciou que todos os pacotes em grupo serão interrompidos até 05 de setembro. A agência afirmou que a decisão foi feita tendo em vista que todos os hotéis de Pyongyang passarão por renovações por cerca de 20 dias.

Especialistas, entretanto, dizem que o anúncio pode ter sido feito em razão da possível visita do presidente chinês, Xi Jinping, em Pyongyang.

Kim Jong-un (E) e Xi Jingping. Foto: South China Morning Post.
Kim Jong-un (E) e Xi Jingping. Foto: South China Morning Post.

A Coreia do Norte já realizou restrições à entrada de estrangeiros no passado por diferentes razões, especialmente quando o país preparava-se para eventos importantes.

Pyongyang também pode estar organizando-se para a celebração do 70º aniversário de fundação da nação, comemorado no dia 09 de setembro.

“Acreditamos que a Coreia do Norte está preparando-se para um evento importante, ou que autoridades estão planejando uma visita, já que Pyongyang restringiu a entrada de estrangeiros durante a alta temporada de turismo, ainda que esta seja uma de suas principais fontes de renda”, uma fonte de Pequim disse.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.