Uma linha de telefone direta entre os líderes da Coreia do Sul e da Coreia do Norte será aberta antes da reunião oficial prevista para ocorrer no próximo dia 27.

Um dos lados da linha será a Casa Azul ou Cheong Wa Dae, o escritório do presidente sul-coreano, e o outro lado será a Comissão de Assuntos de Estado de Pyongyang, da qual o líder norte-coreano Kim Jong-un é chefe.

Oficiais de ambos os países fizeram ligações teste semana passada, de acordo com informações da Casa Azul.

O presidente sul-coreano Moon Jae-in e o líder norte-coreano Kim Jong-un terão sua primeira conversa via telefone através desta linha direta na próxima semana.

As duas Coreias concordaram, durante a visita de um oficial sul-coreano à Pyongyang no início de março, em estabelecer uma linha telefônica direta entre os líderes para que Moon e Kim tivessem sua primeira conversa telefônica antes de sua reunião.

O presidente sul-coreano Moon Jae-in, à esquerda, e o líder norte-coreano Kim Jong-un, à direita. Imagem: The Korea Herald/Yonhap.
Oresidente sul-coreano Moon Jae-in, à esquerda, e o líder norte-coreano Kim Jong-un, à direita. Imagem: The Korea Herald/Yonhap.

De acordo com informações da Casa Azul, ainda não foi decidido se o Chefe do Escritório de Segurança Nacional Chung Eui-yong e o Chefe do Serviço Nacional de Inteligência Suh Hoon visitarão Pyongyang novamente para discutir detalhes da reunião. “Eles não foram ao norte este fim de semana”, o representante afirmou aos repórteres na quinta-feira feira passada.

Sobre a “situation room”, ou sala de reunião, que o escritório do presidente planeja instalar na vila fronteiriça Panmunjeom, o representante disse que a sala será utilizada para monitorar ensaios antes da reunião oficial entre os líderes, para que a reunião ocorra “assim que um cenário perfeito surja para o diálogo inter-coreano”.

A terceira reunião inter-coreana acontecerá na House of Peace, no lado sul da vila Panmunjeom.

Seis oficiais veteranos – Chung; Suh; o chefe de gabinete do presidente, Im Jong-seok; o Ministro de Unificação Cho Myoung-gyon; o Ministro de Defesa Song Young-moo; e o Ministro das Relações Exteriores Kang Kyung-wha – acompanharão o presidente Moon à reunião.

Não foi decidido se a primeira-dama sul-coreana Kim Jung-sook e a esposa do líder norte-coreano Ri Sol-ju acompanharão seus maridos à reunião, de acordo com a Casa Azul.

O sul está preparando um presente para Kim Jong-un, informou o representante.

O oficial ainda disse que o presidente Moon pretende buscar que a desnuclearização da Coreia do Norte seja completa, verificável e irreversível; mas não mencionou quais serão as exigências quando comentou, nesta quinta-feira, que Pyongyang expressou interesse na “desnuclearização completa”.

Surgiram questionamentos se a perspectiva de desnuclearização do norte que Moon possui confirma as condições buscadas pelos Estados Unidos, que envolvem a verificação e a irreversibilidade do processo.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.