Com o governo estendendo a cobertura de seu esquema de “passaporte de vacina”, juntamente com o que se espera que seja um retorno gradual à vida normal, as disputas estão aumentando sobre a legitimidade da política.

Alguns expressaram oposição à política, dizendo que ela representa uma forma de discriminação contra pessoas não vacinadas, enquanto outros dizem que é apenas uma medida razoável para limitar a propagação da doença.

Em um portal de busca de empregos para trabalho de meio período, há muitas ofertas de empregos com condições especiais relacionadas à vacina, como “vacinação contra Covid é obrigatória”, “Apenas pessoas vacinadas podem se inscrever” e “candidatos vacinados são preferidos”.

Cresce a discussão sobre a adesão ao "passaporte de vacina" na Coreia
Foto: DW

Recentemente, uma postagem em uma comunidade online relacionada a empregos alegando “Eu deveria ser contratado por uma empresa, mas a oferta foi rescindida porque eu não sou vacinado” gerou polêmica.

Mesmo nos campus universitários, onde as aulas presenciais estão se expandindo junto com a flexibilização das regras de distanciamento social, os alunos apresentam opiniões divergentes sobre a aprovação da vacina.

“Excluindo aqueles que não podem ser vacinados devido a doenças subjacentes, outras pessoas não vacinadas estão tentando se livrar dos esforços de outras pessoas para limitar a propagação da doença.” disse um estudante universitário de 25 anos que deu apenas o sobrenome Lee.

A Soongsil University exige que seus alunos apresentem um certificado de segunda dose de vacina COVID-19 ou um certificado de teste negativo de reação em cadeia da polimerase (PCR) se quiserem assistir a aulas presenciais.

Mesmo os alunos que hesitaram em se vacinar estão considerando a vacinação devido às desvantagens para as pessoas não vacinadas.

Na comunidade on-line anônima da Universidade de Konkuk, um estudante reclamou, dizendo: “As desvantagens para pessoas não vacinadas estão cada vez mais aparentes. Tornei-me sujeito à vigilância ativa desde que assisti à aula com um aluno que testou positivo para COVID”.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

treze − dez =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.