Mais de meio milhão de sul-coreanos se candidataram aos exames nacionais anuais de admissão à faculdade. As regras da pandemia adicionaram um estresse à mais ao acontecimento de oito horas visto como um momento muito importante da vida dos jovens na quarta maior economia da Ásia.

Os participantes do exame deste ano não enfrentaram os atrasos e incertezas dos primeiros exames da era da pandemia no ano passado, mas as medidas contra COVID-19 deixaram sua marca no College Scholastic Ability Test (CSAT), o exame considerado indispensável para conseguir empregos em uma sociedade altamente competitiva.

“Eu não pude ir para institutos privados, salas de estudo ou escola adequadamente devido ao coronavírus”, disse Ahn Jeong-min, de 17 anos. “Mesmo assim, estou vacinado e todos usarão máscaras e divisórias durante o exame, então acho que posso fazer o exame bem, me sentindo confortável em vez de me preocupar.”

Mais de 509 mil alunos do último ano do ensino médio, graduados e outros se inscreveram para fazer o exame de um dia e cinco sessões, realizado em 1.251 locais de teste em todo o país, de acordo com o Ministério da Educação.

Enem Coreano acontece em meio a medidas restritivas devido a pandemia
Foto: The Straits Times

Pelo menos 173 pessoas com resultado positivo para o coronavírus ou que de outra forma necessitaram de isolamento farão o teste em hospitais ou centros de exames separados, disse o Ministério.

A manhã de quinta-feira viu os esforços tradicionais de toda a sociedade para ajudar os participantes, com os mercados financeiros do país abrindo uma hora mais tarde do que o normal para facilitar o tráfego.

O tráfego aéreo comercial foi programado para ser suspenso durante o período da tarde, aviões de guerra das forças armadas da Coreia do Sul e dos EUA ficam no solo e exercícios militares não são realizados ao longo do dia, disseram as autoridades.

“Estamos fazendo nossa parte para manter as distrações baixas para que você possa manter sua pontuação alta!” Tweetou as Forças dos EUA-Coreia (USFK), que inclui cerca de 28.500 soldados americanos estacionados na Coreia do Sul.

As medidas contra COVID-19 proibiram uma das tradições do exame, que são os pais e amigos desejando boa sorte aos participantes em frente aos locais de prova.

Fora das escolas em Seul, não havia os aplausos habituais de alunos do segundo ano do ensino médio, pais que oravam ou colegas de escola que normalmente tocam tambores e distribuem doces aos participantes.

Lee Eu-gene, uma mãe cujo filho mais velho fez o teste no ano passado, disse que seu filho mais novo que fez o exame este ano parecia estar em melhor situação porque as escolas tinham mais aprendizado pessoal.

“Ele estudou nesta situação [de pandemia], por isso, com coração de mãe, espero que obtenha bons resultados e caminhe com alegria para o seu futuro”, disse ela.

Disclaimer

As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.