A zona desmilitarizada entre as Coreias do Norte e do Sul abriga 5.929 espécies de organismos, inclusive 101 espécies à beira da extinção. Este é o resultado de um estudo feito pelo Instituto Nacional de Ecologia sul-coreano entre 2014 e 2017.

Materiais coletados desde 1974 também foram analisados como parte do estudo. Câmeras automáticas foram instaladas, enquanto que a área 10 quilômetros ao norte, que ainda é proibida para civis, foi investigada diretamente por pesquisadores.

Goral de cauda longa. Instituto Nacional de Ecologia
Goral de cauda longa. Instituto Nacional de Ecologia

Entre as 5.929 espécies encontram-se 2.954 espécies de insetos, 1.926 espécies de plantas, 417 espécies de macro invertebrados bentônicos (organismos aquáticos que vivem no fundo de rios e lagos, aderidos a pedras, cascalhos e folhas ou enterrados na lama ou areia), 277 espécies de pássaros, 138 espécies de aranhas, 136 espécies de peixes de água doce, 47 espécies de mamíferos e 34 espécies de répteis e anfíbios.

Eremias argus (mongolia race runner). Instituto Nacional de Ecologia
Eremias argus (mongolia race runner). Instituto Nacional de Ecologia

De todos estes organismos, seis espécies de mamíferos, 10 de pássaros, um anfíbio e um tipo de peixe são classificados como Espécies em Perigo I pelo Ministério do Meio-Ambiente. Além destas, 83 espécies recebem a classificação de Espécies em Perigo II.

De acordo com o Serviço Nacional de Parques da Coreia, espécies em perigo sob o nível I “correm risco de extinção devido à enorme queda na população por ameaças naturais ou artificiais”, enquanto que o nível II significa “correm risco de extinção em um futuro próximo se as ameaças não forem eliminadas ou diminuídas”.

Marta de garganta amarela. Instituto Nacional de Ecologia
Marta de garganta amarela. Instituto Nacional de Ecologia

Estas 101 espécies na zona desmilitarizada correspondem a 37,8% de todas as espécies em perigo de extinção no país.

As fotos deste artigo, divulgadas pelo Instituto, foram tiradas durante o estudo.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.