A Coreia do Sul vai aumentar significativamente o orçamento destinado a promover a chamada “onda coreana” a partir de 2021, já que a cultura pop coreana goza de crescente popularidade no mundo todo. O anúncio foi feito pelo Ministério das Finanças.

O Ministério da Economia e Finanças reservou 696,1 bilhões de wons (US$ 584,8 milhões) do orçamento do próximo ano para promover o soft power do país, o que corresponde a um acréscimo de 42,7% em relação ao orçamento deste ano.

À medida que as pessoas continuam em distanciamento social devido à pandemia do coronavírus, o governo planeja promover a cultura coreana através da construção de uma espécie de auditório para shows online. O governo vai gastar 29 bilhões de wons no próximo ano para ajudar os grupos de K-pop a realizar shows online, segundo o Ministério.

BTS se apresenta no maior concerto online em número de participantes. Fonte: The Korea Bizwire.

Em junho, um concerto transmitido pelo grupo BTS se tornou o maior evento de música online pago do mundo, em termos de número de espectadores. O “Bang Bang Con: The Live”, foi transmitido por praticamente duas horas a partir de um estúdio em Seul e atraiu cerca de 756.000 espectadores do mundo todo. Fãs de 107 países, incluindo Coreia do Sul, Estados Unidos, China, Grã-Bretanha e Japão, uniram-se para ver o evento online.

O conceito do show “Bang Bang Con” girava em torno de “salas” ou “cômodos”, já que é isso que a palavra “bang” significa em coreano. Ao longo do show, a produção do palco mudava constantemente, chegando a apresentar cinco cenas diferentes, ou salas, de acordo com os temas das músicas que a banda apresentava.

O governo reservou parte do orçamento, 344 bilhões de dólares, para contribuir com os esforços de contenção do coronavírus a nível global. Esse dinheiro será usado para ajudar países em desenvolvimento a criar suas próprias infraestruturas para crises de saúde pública, bem como desenvolver medicamentos para tratamento de doenças infecciosas.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.