Presidente-eleito Yoon Suk-yeol.

O presidente eleito Yoon Suk-yeol afirmou que não adotará uma cota de gênero ou de região para seu comitê de transição presidencial ou seu gabinete quando começar sua presidência.

Um funcionário da equipe de Yoon disse que seu pessoal será escolhido com base em seu talento e habilidade, informou a Yonhap no domingo.

“Para servir ao público, você precisa olhar para o talento deles, não para a história”, disse o funcionário à agência de notícias.

A medida é um afastamento da cota de gênero que esteve em vigor durante o governo Moon Jae-in, que buscava preencher 30% dos cargos do gabinete com mulheres.

A meta de 30% foi alcançada uma vez em 2020 sob a atual administração. No entanto, depois que várias ministras deixaram seus cargos em 2021, a proporção de gênero despencou.

Yoon anunciou Ahn Cheol-soo como presidente e o deputado Kwon Young-se do Partido do Poder Popular como vice-presidente do comitê de transição no domingo.

A medida para romper com a cota de gênero de 30% também será aplicada no próximo mês, quando a escolha do presidente eleito para cargos de alto escalão no governo, incluindo primeiro-ministro e ministros, começará a ser anunciada.

Embora Yoon tenha anunciado planos para instalar uma força-tarefa dedicada ao desenvolvimento regional equilibrado, uma cota para contratar funcionários das áreas de Yeongnam e Honam – duas regiões com forte apoio liberal – não está sendo considerada, segundo relatos.

Em uma entrevista, o porta-voz de Yoon, Kim Eun-hye, descreveu o sistema de Yoon como um sistema transparente baseado em regras, no qual as pessoas “competem orgulhosamente e recebem recompensas por seu talento e habilidade”.

Disclaimer

As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.