Um legislador sul-coreano propôs um projeto de lei com o objetivo de promover mensagens online positivas e combater o cyberbullying por meio de programas educacionais nas escolas e locais de trabalho.

A deputada Kim Su-min, do partido da oposição Bareunmirae, disse que elaborou uma proposta para alterar a Lei sobre Informatização Nacional de uma maneira que introduzisse programas de educação “sunfull” (referindo-se a comentários positivos).

O projeto de lei foi desenvolvido para evitar acidentes trágicos devido a comentários on-line maliciosos“, disse Kim. “É hora do setor público apoiar uma campanha que há muito tempo é pressionada no setor privado.”

A proposta de revisão de Kim vem depois que Min Byoung-chul, um professor da Universidade de Hanyang que liderou o movimento anti-cyberbullying como presidente da Fundação Sunfull, apresentou a ideia.

Projeto de lei anti-cyberbullying é proposto na Coreia do Sul
Imagem: The Korea Herald

Sempre que as celebridades foram atingidas por comentários maliciosos online, algumas vozes públicas se levantaram para elaborar medidas eficazes“, disse Min. “Devemos implementar programas anti-cyberbullying para evitar comentários negativos online que possam ameaçar a vida de pessoas inocentes“.

Três semanas atrás, o país ficou chocado com a notícia de que a atriz e estrela do K-pop Sulli fora encontrada morta. Sulli, conhecida por seu estilo franco, costumava ser alvo de comentários maliciosos online.

De acordo com a proposta de revisão, seria obrigatório que órgãos públicos, escolas e empresas estatais oferecessem regularmente educação contra o cyberbullying. Além disso, os resultados dos programas de educação seriam refletidos na avaliação gerencial das organizações envolvidas.

A Fundação Sunfull, criada em 2007, deve conceder prêmios a 30 parlamentares que usaram linguagem positiva durante as sessões plenárias do ano passado, como uma forma de incentivo.

Disclaimer

As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.