Farei o meu melhor para combater o COVID-19”, disse Jung em uma breve mensagem aos repórteres na quarta-feira.

Ela compartilha os holofotes com várias figuras proeminentes que desempenharam um papel fundamental no tratamento da pandemia, incluindo o Dr. Anthony Fauci, diretor do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas dos Estados Unidos.

Jungliderou os esforços de de combate ao vírus do país para o sucesso, ao interagir abertamente com o público, com base nos princípios de abertura, transparência e democracia”, escreveu o presidente sul-coreano Moon Jae-in na revista, honrando sua inclusão.

Quando o primeiro caso COVID-19 foi confirmado na Coreia, (Jung) se apresentou ao povo”, disse ele. “O público, em troca, exibiu o poder da solidariedade e da cooperação.”

Foto: Agência Brasil

Citando o romance de Albert CamusA Peste“, Moon continuou, dizendo, “A decência e dedicação de Jung são de fato uma história que vale a pena ser contada – uma que servirá como inspiração” enquanto o mundo luta contra a COVID-19.

Em um comunicado à imprensa, o gabinete presidencial disse que a nomeação de Jung foi “uma prova do reconhecimento global do sucesso do combate ao coronavírus da Coreia“.

Jung, que é a primeira mulher a assumir a diretoria da agência nacional de saúde, foi nomeada para o cargo em julho de 2017.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.