Os coreanos estão cada vez mais optando por instalar painéis de células solares em suas casas.

No ano passado, unidades geradoras de eletricidade através do uso da energia solar foram fornecidas a 42 famílias em Daegu, e esse número vai subir para 600 este ano. Em abril, 251 famílias de 34 complexos de apartamentos inscreveram-se para receber os painéis.

Foto: Flickr - Steve Jurvetson.
Foto: Flickr – Steve Jurvetson

Sob o slogan “Eu Produzo Minha Própria Eletricidade“, a cidade planeja promover uma cultura de “energia pro-sumer“, e vai subsidiar metade das taxas de instalação (de até aproximadamente R$1.164,00). A palavra “pro-sumer” é uma junção de “produtor” e “consumidor“.

Estas pequenas unidades de geração de energia através da luz solar de tamanho compacto vêm com um dispositivo de monitoramento, através do qual a produção de energia pode ser monitorada em casa, em tempo real. Uma unidade geradora de energia de 250W pode produzir de 26 a 30 kWh por mês, em média. Esta é a quantidade de energia necessária para operar uma geladeira grande de 900 litros, de portas duplas.

Um chefe de família com este tipo de unidade de geração de energia solar economizaria em custos de eletricidade por mês, o necessário para recuperar seu investimento dentro de três anos, e continuar a economizar nas contas de energia elétrica por 13 anos, considerando que os painéis têm uma vida útil de 15 a 20 anos.

Daegu é a quinta maior produtora de energia solar entre as oito maiores cidades da Coreia, mas é a principal fornecedora de novas fontes de energias renováveis ​​como a energia solar, a energia geotérmica, células de combustível e bioenergia.

Os moradores que participam nesse projeto vão economizar em suas contas de energia, e o desenvolvimento e distribuição de novas fontes de energias renováveis da cidade irão contribuir para criar uma cidade de energia limpa“, disse Hong SeokJun, um funcionário do governo de Daegu.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.