A Coreia do Sul revelou que planeja fazer uma segunda tentativa de lançar seu foguete espacial local em meados de junho, cerca de oito meses após seu primeiro voo ter fracassado devido a falhas técnicas.

O foguete Nuri será decolado em 15 de junho, cerca de um mês depois do programado anteriormente, pois é necessário mais tempo para corrigir as falhas técnicas responsáveis pelo fracasso do voo anterior em colocar um satélite artificial em órbita, de acordo com o Ministério da Ciência.

“É preciso cerca de um mês adicional para fazer todas essas melhorias técnicas e montar a primeira, segunda e terceira etapas do modelo de voo e instalar o satélite”, disse o ministério, explicando a causa do atraso em relação ao lançamento planejado inicialmente para maio. 

Em outubro do ano passado, o país lançou seu primeiro foguete espacial local, também conhecido como KSLV-II, que voou com sucesso a uma altitude alvo de 700 quilômetros, mas não conseguiu colocar um satélite artificial em órbita, pois seu motor de terceiro estágio queimou mais cedo que o esperado.

Um comitê governamental de pesquisadores e especialistas aeroespaciais concluiu que o tanque de hélio no foguete de terceiro estágio caiu de seu dispositivo de ancoragem equipado dentro do tanque oxidante do foguete devido ao aumento da flutuabilidade durante o voo.

O tanque de hélio destacado então se moveu dentro do tanque de oxidante, o danificando e causando vazamento de hélio e oxidante.

A falta de oxidante fluindo para o foguete de terceiro estágio acabou fazendo com que o motor se desligasse prematuramente, de acordo com o comitê.

A tampa do tanque oxidante no foguete de terceiro estágio também será mais espessa, disse o ministério, para resistir melhor a um aumento na flutuabilidade durante o voo em junho.

Coreia do Sul realizará segunda tentativa de lançamento de foguete espacial nacional em 15 de junho
Via: The Korea Bizwire

Anteriormente, os pesquisadores tinham como objetivo manter o tanque oxidante leve para permitir mais espaço para o foguete transportar a carga útil.

“Como o foguete de terceiro estágio carrega o satélite, é muito importante reduzir o peso, pois perder um quilo permite que o satélite possa ser um quilo mais pesado… mas decidimos que seria melhor aprimorar a cobertura”, disse um oficial do Ministério de Tecnologias da Informação e Comunicação durante uma coletiva de imprensa.

O ministério disse que definiu o período de lançamento preliminar de 16 a 23 de junho, caso o lançamento de 15 de junho não seja realizado como planejado, mas a data final pode mudar dependendo de vários fatores, como condições climáticas.

O segundo lançamento do Nuri levará um satélite de 200 quilos e uma carga artificial de 1,3 tonelada.

A Coreia do Sul investiu quase 2 trilhões de won (US$ 1,8 bilhão) na construção do Nuri de três estágios desde 2010.

Todo o processo de lançamento do Nuri foi realizado com tecnologia nacional em solo sul-coreano, incluindo projeto, produção, testes e operação de lançamento.

Disclaimer

As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.