A Coreia está classificada em quinto lugar no mundo em termos de potencial digital, conforme relatou o Nihon Keizai Shimbun (Nikkei) em 7 de dezembro, citando uma pesquisa conduzida pelo Centro de Pesquisa Econômica do Japão (JCER).

A pesquisa selecionou a Coreia como um país líder em transformação digital (DX), o que determinará o crescimento econômico em meio a mudanças na cadeia de abastecimento global devido à 4ª revolução industrial e a pandemia de COVID-19.

A JCER pesquisou 84 países ao redor do mundo para determinar a capacidade de cada um em buscar a transformação digital. Analisou cerca de 20 anos de dados em quatro categorias – infraestrutura de comunicação; capital humano e P&D; ambiente de negócios, regulamentos e governança; e indústrias relacionadas à tecnologia da informação (TI).

A Coreia, que ficou em oitavo lugar em 2010, subiu para o quinto lugar com 70,8 pontos em 2020. O JCER observou que a Coreia promoveu serviços administrativos online usando o governo eletrônico como uma política importante. O centro acrescentou que a Coreia avançou preventivamente em sua infraestrutura de telecomunicações, competindo com os Estados Unidos pela comercialização de tecnologia móvel 5G.

Seis dos 10 principais países, exceto a Coreia, estão na Europa. Em particular, a Suécia ficou em primeiro lugar geral com 74,9 pontos. Foi incluído no top 10 da classificação em todas as quatro categorias. O país promoveu o uso de tecnologia eletrônica em empresas e residências com base em uma estratégia digital que vinha sendo promovida desde junho de 2017. A Alemanha ficou em quarto lugar, e a Irlanda, que atraiu muitos gigantes da TI, como a Apple, ao reduzir sua alíquota de imposto corporativo, ficou em sétimo lugar.

Cingapura ficou em segundo lugar geral com o maior potencial de DX na Ásia. O país obteve uma pontuação alta por seu alto nível de educação e abundância de recursos humanos de TI de alta qualidade. O Japão ficou em 16º lugar, dois degraus abaixo de 2010. A queda foi atribuída ao enfraquecimento da competitividade em capital humano, P&D e setores relacionados a TI. Em particular, a classificação do Japão na categoria de capital humano e P&D caiu de 10º em 2010 para 18º em 2020.

A Coreia ficou em segundo lugar nessa categoria, depois da Alemanha. Os Estados Unidos ficaram em nono lugar e a China em 41º (55,5).

O Vietnã apresentou o maior salto, da 77ª para a 55ª. Desde que ingressou na Organização Mundial do Comércio (OMC) em 2007, o país do Sudeste Asiático melhorou os regulamentos e as práticas comerciais. A infraestrutura DX do Vietnã se expandiu à medida que talentos e empresas relacionados a TI aumentaram após a entrada da Samsung Electronics no país em 2009.

Disclaimer

As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.