O Governo Metropolitano de Seul (SMG) anunciou que a capital sul-coreana será a primeira grande cidade a entrar no metaverso.

Chamado provisoriamente de ‘Metaverse Seoul’, pretende criar um ecossistema de comunicação virtual para todas as áreas de sua administração municipal. Isso incluiria serviços econômicos, culturais, turísticos, educacionais e cívicos, em três etapas a partir do próximo ano.

O Metaverso se refere a um mundo virtual 3D compartilhado no qual todas as atividades podem ocorrer usando equipamentos de realidade aumentada e virtual. Essas plataformas ganharam popularidade nos últimos anos, pois as pessoas mudaram suas atividades online, especialmente em meio à pandemia do COVID-19.

A capital sul-coreana investiu KRW 3,9 bilhões (cerca de € 2,8 bilhões) no projeto, como parte do plano “Seoul Vision 2030” do prefeito da cidade, Oh Se-hoon. O objetivo é tornar Seul “uma cidade de coexistência, um líder global, uma cidade segura e uma futura cidade emocional”, disse o prefeito.

Se este projeto se tornar realidade, os cidadãos de Seul em breve poderão colocar seus fones de ouvido VR para se encontrar com as autoridades da cidade para consultas virtuais. Eles poderão até participar de eventos de massa.

O SMG fornecerá consecutivamente várias instalações e serviços de suporte a negócios, incluindo o Virtual Mayor’s Office, Seoul FinTech Lab, Invest Seoul e Seoul Campus Town, em sua plataforma no Metaverso.

A cidade anunciou em comunicado que em 2023 o SMG abrirá o “Metaverse 120 Center” (nome provisório), um centro virtual de serviço público. Os avatares de funcionários públicos no Metaverso fornecerão consultas convenientes e serviços civis, que estavam disponíveis apenas através do centro de serviço civil da Prefeitura de Seul.

Além disso, as principais atrações turísticas de Seul, como Gwanghwamun Plaza, Palácio Deoksugung e Mercado Namdaemun, serão introduzidas através da “Zona Turística Virtual”.

Quanto aos recursos históricos perdidos, como o Donuimun Gate (um dos quatro portões menores da capital destruídos em 1915), ele será recriado no espaço virtual.

A partir de 2023, os principais festivais de Seul, como o Seoul Lantern Festival, também serão realizados no Metaverso para que possa ser apreciado por todas as pessoas ao redor do mundo.

O SMG também desenvolverá serviços para os socialmente vulneráveis, incluindo conteúdo de segurança e conveniência para pessoas com deficiência usando realidade estendida (XR).

Ao ser introduzida ao Metaverso, Seul dará um novo passo na evolução das cidades inteligentes (smart cities).

De acordo com o site Quartz, a cidade planeja usar inteligência artificial para monitorar seus esgotos e centros de descarte de água. “Um chatbot de IA funciona como um concierge público, respondendo a perguntas e reclamações públicas relacionadas a tudo, desde violações de estacionamento a protocolos COVID-19.”

Esse grande salto pode levar à superação de restrições no mundo real que são impostas por limitações temporais ou espaciais e barreiras linguísticas (entre outras) por meio da plataforma Metaverso desenvolvida com tecnologias avançadas.

Disclaimer

As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.