De redes 5G e realidade virtual a transmissões em qualidade de vídeo 4K, as tecnologias de ponta se tornaram centrais durante as Olimpíadas de Inverno de PyeongChang.

A cerimônia de abertura dos Jogos de PyeongChang foi uma exibição monumental da tecnologia 5G, começando com um show de drones cuidadosamente orquestrado, para uma tela gigante brilhando com velas de LED.

Por trás da execução bem sucedida da cerimônia de abertura no Estádio Olímpico de PyeongChang, estavam a gigante da informática Intel e a operadora de telecomunicações sul-coreana KT, que tornaram possível a realização de um espetáculo colorido e uma performance emocionante com o orçamento de apenas 60 bilhões de wons, cerca de um décimo do orçamento da cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de Pequim em 2008, que custou por volta de 600 bilhões de wons ($550 milhões de dólares).

Um espetáculo que quebrou recordes

O espetáculo contou com 1,218 drones sincronizados que formaram os contornos de um praticante de snowboard, uma pomba e os icônicos anéis Olímpicos, quebrando recordes mundiais e ganhando muita atenção da mídia internacional.

Espectadores ao redor do mundo aproveitaram a exibição enquanto o enxame de drones Shooting Star da Intel quebrava recordes do Guinness World Record na categoria de maior quantidade de drones voando simultaneamente.

Porém, o show apresentado foi uma versão pré-gravada da performance que foi originalmente filmada em Dezembro, sendo exibida como parte da cerimônia de abertura.

As empresas Intel e KT se uniram como parte do grupo KT PyeongChang 5G no ano passado para testar as redes da tecnologia 5G este ano durante as Olimpíadas, com o fornecimento das redes pela KT para a utilização com as plataformas de 5G da Intel.

Espetáculo com drones na abertura das Olimpíadas. Imagem: Korea Bizwire
Espetáculo com drones na abertura das Olimpíadas. Imagem: Korea Bizwire

A representação da paz com luzes de LED

Entre os destaques da cerimônia de abertura está a performance realizada com equipamentos LED que formaram uma pomba da paz, símbolo que se encaixou perfeitamente nos Jogos Olímpicos de Inverno na Coreia do Sul, país em que tensões geopolíticas tem crescidos nos últimos meses.

A mensagem de paz foi transmitida ao redor do mundo, com mais de 1,200 pessoas segurando velas LED, em conjunto com uma performance da música “Imagine” de John Lennon na voz de cantores sul-coreanos famosos.

Vistas de cima, duas pombas se uniram em uma única pomba, gigante, com velas erguidas por moradores voluntários locais, ao mesmo tempo em que crianças soltavam balões em formato de pombas, em uma das mais literais representações do símbolo da paz já vista até hoje.

O espetáculo foi cuidadosamente orquestrado pela operadora KT, tendo em vista que o brilho das luzes de LED foi controlado com precisão através das redes 5G da KT em tempo real. A tecnologia 5G permite a transferência de dados cerca de 50 vezes mais rápido do que a tecnologia LTE, com uma capacidade de processamento muito maior, e pode ser utilizada para controlar de modo mais preciso drones e luzes LED.

Pombas também tomaram o centro do palco durante as Olimpíadas de Seul 30 anos atrás, quando pássaros que representavam a paz foram, infelizmente, queimados vivos quando a Chama Olímpica foi acesa, o que levou os organizadores das Olimpíadas a substituírem os pássaros tradicionais com representações simbólicas para evitar acidentes similares.

Performance durante a cerimônia de abertura que contou velas LED. Imagem: Korea Bizwire
Performance durante a cerimônia de abertura que contou velas LED. Imagem: Korea Bizwire

As Olimpíadas de PyeongChang como campo de teste para a tecnologia 5G

A vice-presidente da Intel, Julie Coppernoll, disse que a Coreia do Sul fez um “ótimo trabalho” no campo de tecnologias de informação e comunicação. “A Coreia sempre foi uma nação avançada do ponto de vista tecnológico”, Coppernoll disse, afirmando que a competição ajudou a industria a se desenvolver de modo mais rápido. “Se não fosse pelas Olimpíadas, nós provavelmente ainda estaríamos um ano atrás em termos da evolução do 5G”.

Impressionado pela tecnologia 5G apresentada pela KT nas Olimpíadas, Kazuhiro Yoshizawa, presidente da operadora de telecomunicações japonesa NTT Docomo, também comentou sobre a possibilidade de utilizar a tecnologia nas Olimpíadas de Tóquio de 2020, durante sua visita à PyeongChang.

A operadora KT tem planos para comercializar a tecnologia 5G pela primeira vez no mundo no ano que vem.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.