Tradutores profissionais venceram um software de tradução automática baseado nas tecnologias da inteligência artificial em uma competição realizada na Coreia do Sul na última Terça (21).

Mesmo com a palavra dos especialistas no campo da informática que alegam que os computadores estão evoluindo rapidamente no seu objetivo de realizar tarefas em nível humano, a vitória ficou para os tradutores profissionais.

Sediada pela Associação de Interpretes e Tradutores, um grupo de tradutores profissionais competiu contra três softwares de inteligência artificial cedidos pelo Google, pela Naver e pela líder de desenvolvimento em programas de interpretação, a Systran Internacional.

Artigos escolhidos aleatoriamente, sobre literatura e não-literatura em coreano e artigos escritos por coreanos em Língua Inglesa foram dados aos dois grupos.  50 minutos foi o tempo total dado para que os textos fossem traduzidos e as traduções foram avaliadas por dois tradutores profissionais.

Sem revelar detalhes sobre as identidades os organizadores do evento informaram que quatro tradutores profissionais fizeram 25 pontos quando a nota máxima era de 30 pontos traduzindo do coreano para o inglês, enquanto os softwares fizeram 10 pontos de um máximo de 15.

‘Os softwares de tradução automática melhoraram significativamente graças à introdução de uma nova tecnologia chamada de ‘Máquina de tradução neural‘ (NMT, na sigla em inglês). As gigantes da tecnologia como Google e Naver implantaram vários tipos dessas tecnologias em seus serviços no ano passado.

“Os softwares competiram contra tradutores profissionais que ganham suas vidas fazendo isso”, disse Kang Dae-young, diretor da associação, que também destacou que o trabalho final dos tradutores profissionais foi infinitamente melhor que o trabalho das máquinas.

O sistema da Máquina de Tradução Neural é baseado em um framework de profunda aprendizagem que ‘aprende’ graças à milhões de exemplos de mais de 100 diferentes línguas. Diferentemente dos sistemas de tradução anteriores que foram adotados há 10 anos atrás, os novos sistemas consideram uma sentença como uma só unidade. Os sistemas anteriores traduziam palavras e frases sem uma sentença completa.

“O problema das Máquinas de Tradução Neural é que parece que as máquinas não conseguem entender o contexto”, disseram os organizadores do evento, adicionando a informação de que 90% dos textos traduzidos pelos softwares que usam essa tecnologia eram gramaticalmente desorganizados.

A empresa Systran, alegou que o espaço entre os tradutores profissionais e os softwares de tradução automática se tornará menor enquanto as novas tecnologias que estão surgindo irão permitir aos computadores ter a habilidade de aprender sem que sejam explicitamente programados.

“Eu diria que a tecnologia está em um estágio de aprendizagem igual a de um jardim de infância, mas que em breve irá melhorar para o nível de ‘ensino médio’ ou ‘universitário em um ou dois anos,” disse Kim Yoo-seok, diretor da Systran durante um fórum sediado pela associação.

O Google é o líder em fornecimento de softwares de inteligência artificial voltados para plataformas de tradução tornando-se o primeiro a implantar o sistema de Máquina de Tradução Neural no ano passado, o que melhorou significativamente a qualidade da tradução e na redução de erros.

Com o objetivo de alcançar o caminhar das gigantes da tecnologia, a coreana Naver também lançou o primeiro aplicativo de tradução da Coreia batizado de “Papago”. O aplicativo é capaz de traduzir para quatro línguas: Coreano, Japonês, Chinês e Inglês.

A desenvolvedora Hancom também lançou o seu aplicativo, batizado de ‘Genie Talk’ que consegue traduzir para nove línguas: Coreano, Japonês, Inglês, Chinês, Espanhol, Francês, Alemão, Russo e Árabe.

A competição foi realizada em meio ao interesse pela inteligência artificial e as competições de alto desempenho entre o programa ‘AlphaGo’, do Google e o campeão de Go (ou Baduk) Lee Se-dol no ano passado.

Houve comentários de que a Coreia deveria rever suas estratégias de melhoramento e desenvolvimento para competir com outras gigantes especializadas no campo da Inteligência Artificial. O governo de Seul afirmou que planeja aumentar a competitividade no campo da Inteligência artificial num prazo de 10 anos para que estejam no mesmo nível das empresas internacionais.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.