Oi gente linda do meu coraçãozinho, tudo bem com vocês?

Comigo está tudo bem, as aulas estão finalmente pegando no tranco, e por mais que ainda sejam online, algumas aulas estão mais puxadas que outras, principalmente “Comércio Exterior”, que inclui um pouco de matemática, algo que nunca foi o meu forte, mas como as outras aulas são mais fáceis, posso focar meus esforços nessa e tirar uma boa nota.

Acabei fazendo com que meu schedule ficasse um pouco mais pesado nas segundas e quartas, tendo 4 aulas seguidas desde as 9 da manhã com 15 minutos de intervalo entre elas (RIP eu). Mas tirando isso, está tudo bem haha.

Esse semestre eu resolvi arriscar, estou fazendo uma aula 100% em coreano, e não é uma aula de língua estrangeira, como eu fiz antes com o espanhol e o francês, não, essa aula é de tradução e interpretação (Inglês-Coreano). Acabou não sendo super difĩcil, porque muitos dos conceitos que eu estou aprendendo com o curso, eu já tinha aprendido durante o meu primeiro ano de faculdade de tradução no Brasil, facilitando muito o meu entendimento dessa aula.

Mas o mais legal não é nem isso. A professora é um ser humano tão fofolete – quero botar ela num potinho – mas o mais impressionante é que ela, pasmem, morou 5 anos no Brasil, e até arranha no português. Fiquei toda feliz, e ela também, mas não pelos mesmos motivos. 

No começo do semestre, quando me inscrevi para essa aula, mandei um email para ela, perguntando se ela achava que com o meu TOPIK 4 eu estaria apta a tomar essa aula. Ela me disse, depois da primeira semana, que estava impressionada com a minha garra, porque a maioria das pessoas faz essa aula por créditos de graça, já que para alguém que fala coreano fluente essa aula não é difícil, e porque não tem nenhuma prova, apenas lição de casa.

Ela disse que ficou impressionada com a minha decisão de sair da minha zona de conforto e arriscar mesmo não sendo completamente fluente. Essa fada gostou tanto da minha pessoa que até me convidou para um almoço durante o Chuseok. 

As condições de segurança, em relação ao COVID-19, continuam a serem reforçadas, mesmo depois de quase 6 meses, mas a boa notícia é que a maioria dos PC Rooms, Cafés e academias abriram, o que significa que eu finalmente vou poder voltar a frequentar a academia aqui perto e cuidar da minha saúde, algo que eu senti muita falta nessa pandemia.

Por mais que várias pessoas digam que é possível se exercitar em casa na pandemia, eu moro em um apê pequenininho [Na verdade eu moro num quartinho, né? Expliquei neste meu texto aqui], então, é difícil treinar nele. Então agora, estou indo na academia todos os dias, e comendo direitinho – pequenos passos para melhorar minha saúde. 

Também comecei a cozinhar minha própria comida, mas como nunca fui a melhor cozinheira da família, tô aprendendo com o youtube mesmo. Com um menino coreano no youtube, que faz receitas para dieta. Uma delícia e saudável. Vou deixar o link aqui!

Finalizei 60 minutos de esteira, pingando horrores!

Fora isso não tenho muitas novidades. Minha vida voltou a sua rotina normal, aulas, estudo e etc. A coisa boa é que fiz amigos aqui no meu goshiwon, então passamos bastante tempo juntos conversando, vendo filmes, comendo juntos, como uma família postiça. 

Nosso rooftop maneiro.
Starbucks com a Ari.
Ari (do Chile) cortando o cabelo do Nick (da Australia), porque salão de beleza é para os fracos.

Uma coisa muito legal também, é que o meu “chefe” está cada vez apreciando meu trabalho como manager aqui do goshiwon – colocou até meu telefone na porta, caso alguém precise visitar e ele não esteja. Fiquei levemente lisonjeada.

Esta semana começa o Chuseok, o feriado coreano equivalente a ação de graças brasileiro, eu vou ter no total, 5 dias de descanso antes das temidas provas do meio do semestre, e vou aproveitar para encontrar alguns amigos aqui e ali. 

Mas o relatório do feriado vai ficar para o próximo texto, até lá!


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.