Oi gente! Essa semana tá cheia de coisa, vamos do começo.

Finalmente comecei a aprender o coreano propriamente dito, tipo com livros específicos e etc. Muito feliz com isso, tive outra preocupação em mente: O Alien Card!

Não É Esse Alien Não Gente...
Não é esse alien não gente…

O Alien Card é a sua identificação como estrangeiro aqui na Coreia. Acho que em outros lugares também, mas, continuando, ele serve pra abrir conta em banco coreano e ter um número de celular coreano, coisas que eu acho importante. Por enquanto ainda tô tendo dor de cabeça para ir em banco aqui e, falar com as pessoas pelo celular, só se tiver o wi-fi. Tudo bem que tem wi-fi em quase todo lugar, ok. Mas, não acredite quando disserem que na Coreia tem wi-fi até debaixo d’água, porque não é assim não, tá?

Mas deixa eu falar um pouco sobre o White Day primeiro. Pra quem não sabe, o White Day é o dia em que os meninos que ganharam chocolates das garotas no Valentine’s Day devolvem a gentileza, porém em dobro. E também é o dia em que os meninos que querem se declarar para as meninas que eles gostam aproveitam para se manifestar. Eu que nunca gostei do dia dos namorados no Brasil, acho que gosto menos ainda na Coreia, onde tudo é muito mais fofo! Mas, até que foi leve, o Valentine’s Day e o Pepero Day tendem a ser bem piores. Como eu ainda não fui cortejada por nenhum coreano de dorama, eu passei o dia com meu novo amor: O estudo!! Passei a manhã inteira na aula e a tarde inteira estudando!! Não que eu ligue, mas até que foi um dia bom.

Tumblr_Ncqegpc2Wd1Rfwnxbo1_500

Então, na terça-feira, eu tive que ir até Yeosu, cidade vizinha de Sunchon, pra fazer o dito cujo Alien Card. Todos os estrangeiros que chegaram na mesma época que eu tinham que ir, então, tínhamos que nos encontrar no Hall do prédio do 70º Aniversário da Faculdade. O trabalho que me deu pra achar esse prédio, senhor, não ta escrito!!! Perguntei pra tudo quanto foi Oppa e Unnie e ninguém sabia me explicar com clareza onde era… Então no final eu só segui o fluxo de chineses saindo da aula com os passaportes na mão.

Tumblr_Nu48W4Csfz1Ur1Nt1O1_500

Pegamos um ônibus que a própria universidade providenciou até Yeosu, uma viagem de mais ou menos 40 minutos (mas dá para ser em 30 se o motorista for de ambulância como foi o nosso).

Chegando no Escritório da Imigração pediram nossos passaportes e o dinheiro para o documento: 30.000 won (que dá R$ 90,00, meio caro, né? Mas muito necessário, então…). Fui uma das primeiras a conseguir o documento, mas só depois de esperar uma hora e meia no ônibus e colocar meus dedinhos num escâner para tirar as digitais. Na volta, tivemos 50 minutos de aula e fomos dispensados para almoçar. No almoço, que foi carne (ainda bem porque não tava aguentando mais comer peixe molhado na pimenta), eu aproveitei pra bater papo com as minhas amigas e encontrar com o Chan Oppa (que me ajudou com o computador que não queria funcionar na primeira semana) que ia me salvar de novo, dando uma olhada na minha câmera fotográfica, cuja bateria não estava carregando.

Quando voltei para o dormitório, estava tudo um caos!! Caixas pra todo lado, varal, mais chinelo na porta do que em loja de Havaianas, uma loucura… Foi ai que eu descobri: As roommates coreanas haviam chegado, de mala, cuia, varal… Gente… Eu juro, era muita roupa, muita caixa, bichos de pelúcia, comida, coisas de banho…

Depois de ver o que elas trouxeram achei que eu meio que trouxe pouca coisa. Só tem um pequeno probleminha… Nenhuma das três coreanas fala inglês – no máximo algumas palavras – então eu estou tendo que usar meu coreano, gestos e muito Google tradutor, mas acho que no final vai dar tudo certo! A minha roommate é super legal, faz curso de Pedagogia na Universidade e já chegou me dando coisinhas fofas como presentes de boas vindas.

Eu E As Novas Roommates!
Eu e as novas roommates!

Com as minhas novas roommates, fui numa excursão oferecida pela faculdade ao Drama Filming Site. É uma espécie de estúdio cenográfico onde cenas de vários dramas foram filmadas, incluindo até um filme recente do Lee Min Ho, “Gangnam Blues”.

Basicamente são ruínas de casas antigas e tradicionais coreanas, mas o mais legal desse lugar é que lá emprestaram pra gente uniformes escolares tradicionais coreanos enquanto a gente passeava pelo “cenário”!! Nos sentimos num dorama adolescente!!

Foi um pouco cansativo mas muito divertido e realmente serviu como um momento de aproximação entre nós, colegas de quarto. Rimos muito e tiramos muitas fotos engraçadas, olhem só:

A Entrada Do Estúdio Em Formato De Tv
A entrada do estúdio em formato de tv
Minha Roommate: Cho Min Seong
Minha roommate: cho min seong
Pose Fofa
Pose fofa
Escadinha
Escadinha
Final Do Dia, Foto Para Ficar Na Memória.
Final do dia, na “favela cenográfica”. Foto para ficar na memória.

Outra novidade da semana é que estou ficando mais asiática conforme o tempo passa. Não, não estou com olhos mais puxados (até porque isso seria impossível!) mas decidi pintar meu cabelo de preto. Ele estava um pouco sem vida mesmo, então aproveitei e já dei uma “asianada” nele.

Muito Modelo: Eu.
Muito modelo: eu.

A última novidade é que agora que eu já me acostumei direitinho com o lugar, as aulas e etc., posso começar o estudo no modo “hard” mesmo. Porque como estou na turma básica estamos indo muito devagar com o aprendizado do coreano, e como eu quero conseguir uma boa nota no TOPIK até julho (depois eu explico melhor), vou começar a estudar por fora, sozinha mesmo. Vai ser difícil, mas o importante é tentar.

Kakaotalk_20160317_163949942

Tchau^^… Semana que vem tem mais!!


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

1 COMENTÁRIO

  1. Oi Duda !!!! Tô curtindo tudo que posta !!!
    Só me diga uma coisa ….. Vc sabe quem é quem dessas suas novas amigas ???? Pq são iguais né não ?????? Kkkkkk
    Bjs !!! Deus acompanhe !!!!!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.