As 6 semanas se passaram, e muita coisa aconteceu, mas como disse anteriormente, vou tentar falar de assuntos específicos. Vamos à minha primeira, segunda, terceiras e milésima impressão dos coreanos (de verdade, nada de drama ou MV). Não sei se todos os estrangeiros sentem o mesmo que eu, então gente, não estou falando como uma especialista no assunto, estou escrevendo sobre a minha opinião e minhas experiências, não vão ler e achar que tudo que eu estou passando vai acontecer com vocês. Diario Da Gigi 6Coreanos possuem aquelas carinhas fofas, e sim, eles são fofos (quando querem)! Mas pra vocês terem uma ideia, em pouco mais de um mês, tenho UMA amiga coreana. 90% delas me olham torto, e não é coisa da minha cabeça não. Não importa onde eu esteja, como eu esteja, elas sempre olham torto, mas se não bastasse só olhar, elas ficam comentando entre elas, rindo, debochando. Nas primeiras semanas eu pensava que logo elas iriam se acostumar com a minha presença, e que elas estavam apenas curiosas sobre a minha chegada, então eu nunca olhava torto pra elas, eu dava um sorriso amigável e discreto. Algumas, POUQUÍSSIMAS sorriam de volta, e mudavam a forma de me olhar, outras faziam mais cara de desaprovação, mas ficavam sem graça e paravam de olhar. E com o tempo as coisas não melhoraram, não!! Pioraram!!11165058_914293421966777_3073642030521081803_OElas olham mais, comentam mais, debocham mais, o mais estranho é que, quando elas me veem chegando elas abraçam os namorados, ficam de mimimi com eles, como se eu fosse uma devorada de oppas (hahahahaha isso é até engraçado). Mas antes, ficava chateada, sofria, algumas vezes eu até cheguei a chorar no dormitório, porque eu ficava procurando um possível motivo pra isso, e no começo, meio que me camuflei, deixei de ser eu mesma por algumas semanas, estava em conflito comigo mesma, de pensamentos, como agir, como sobreviver, e não percebi que eu tinha deixado de ser eu mesma, eu só percebi isso depois de um mês. Quando eu já estava no meu limite, percebi que eu estava deixando de aproveitar muitas coisas por causa dos olhares alheios, é sério gente!! No começo, a gente entra em conflito com a gente mesmo, a cultura é muito diferente de que estamos acostumados.CapturarTem regras pra tudo, eu sabia que seria assim, mas viver isso tudo é muito diferente de apenas imaginar, então todos os dias eu conversava com a minha irmã, e ela sempre me falando pra não ligar, que era pra eu ser eu mesma, mesmo que isso assustasse um pouco os outros, hahahahaha porque pra quem me conhece sabe que eu sou meio maluca, mas toda semana tinha reunião com os diretores, eu e minhas duas amigas. E lá, nós 3 sempre fomos muito transparentes, eles dão a liberdade pra gente fazer isso, reclamamos quando precisamos, pedimos ajuda quando precisamos, rimos e demos escândalo quando precisamos (ou não) hahahahaha e os diretores sempre morreram de rir das nossas bagunças.DiretoresQuando precisamos chorar, eles sempre tiveram palavras encorajadoras, nunca deixaram a gente se sentir mais pra baixo, sempre faziam a gente se divertir e transformavam nossas dificuldades em simples obstáculos. Pra vocês terem ideia, minhas amigas contaram pro diretor que no primeiro festival que teve na faculdade, 5 coreanos vieram falar comigo. E eu achei que ele fosse achar ruim sobre esse comentário infeliz delas, hahahahaha mas, ele virou pra mim e falou assim: “Eu já sabia disso, ouvi falar pelos corredores da faculdade que o “Brasil” é famoso na faculdade… e eles (a diretora e o diretor) morreram de rir. Depois de pensar muito sobre tudo isso, percebi que o problema não era eu, nem meu, porque eu nunca fiz nada espetacular ou monstruoso.Diario Da Gigi 9Elas são lindas demais! Sempre achei elas lindas, 24 horas bem vestidas, de salto, maquiagem até pra tomar café da manhã, e eu…hahahaha NUNCA usei salto aqui, maquiagem eu uso só quando tem festival, minhas olheiras são gigantescas, não sei porque elas olham tanto!! Talvez seja por isso, minha fantasia natural de zumbi deve fazer muito sucesso mesmo, hahahahaha e eu nunca fiquei perdendo meu tempo de ficar atrás dos outros, muito menos dos oppas, fugindo de problemas, (tá, só uma vez, hahahaha) estudo tanto, fico tão cansada que só penso em dormir. Então larguei mão de me preocupar com elas, e comecei a viver, e posso afirmar, eu estando feliz e sorrindo, incomoda muito mais elas, do que elas a mim, porque algumas são irredutíveis, outras decidiram ao menos sorrir. E assim, estão sendo os meus dias com as coreanas.Diario Da GigiAgora um breve relato sobre os coreanos, eles são sim lindos demais, hahahahaha lindos, lindos e lindos… Tem uns tão fofinhos, que meu Deus do céu!!!! Mas assim como as coreanas, eles olham, só que não com a mesma expressão de desaprovação, eles olham, e quando a gente olha eles viram morrendo de vergonha, eles são tímidos, muito tímidos, mas só no primeiro momento. E aqui vai uma dica para as colegas que imaginam que eles são personagens de dorama… Por favor gente!!!! Vão com calma com essa imaginação, homens são homens, em qualquer lugar do mundo, claro que os coreanos são os mais lindos do mundo, isso todo mundo sabe hahahahahahahaha mas, continuam sendo homens reais.10570530_768097999919654_3626880634785501677_NBom, vou deixar pra falar mais sobre isso nas próximas semana, mais coisas pra falar, dentre eles eventos e lugares que eu já fui que quero compartilhar com vocês, e conforme vai passando as semanas, vou escrevendo as novidades.

Autora: Gisene Torres


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

11 COMENTÁRIOS

  1. hahaha morri Gi!!!
    sempre dou risada quando vc fala dos oppars~~~~
    mas enfim….eh isso mesmo…nunca deixe de ser quem vc é…ou mude para agradar os outros……….agora elas tem q aguentar o Brasil ai :* ♥

    • É, essa é a umas das lições que a gente nasce ouvindo, mas na hora da pressão a gente sofre, mas já passou!!!! to beeeeeeeem melhor do que quando cheguei. Obriiigada 🙂

  2. Gigi! Fithing, não mude por ninguém, seja sempre você mesma, não importa onde, não estou aí, mas sinto o recalque das coreanas com você aí, pra mim, você se tornou a Park Shin Hye brasileira, amada pelos Oppas e odiadas pelas Unnis, brincando pra te animar, estou aqui te acompanhando e torcendo por você,

  3. Gigi,seus relatos, mesmo os mais ‘dramáticos’ são hilários… Fico torcendo por sua coluna, mesmo acompanhando vc no FB. Sua forma direta e simples de passar o que vive ai é muito boa. deixa um gostinho de quero mais…
    Quando assisto os doramas, me lembro do que passei no colégio de freiras, quando eu e minha irmã éramos as únicas negras. Sei bem como vc se sente. E o engraçado, é que hoje as meninas que faziam bulling (na minha época não se chamava assim), são as mesmas que ficam me chamando de amiga e me chamando para encontros de ex-alunas! Estou fora… hahahahaha. Acho que os doramas relatam muito do que realmente são as pessoas. Acredito que os chefes são realmente como mostrados, assim como os oppas e as unnis. Bom saber que você não vai deixar de ser quem é! “Não dá bola para a torcida”! Aproveite… Beijos!

    • hahahahahahaha tem que se divertir com as coisas ruins também, ou fica dificil.

      Nosssssssa, sério????? ah, sempre vai haver esse tipo de coisa, mas agora estou beeeeem melhor.

      Obrigada pelo carinho !!! 🙂

  4. Giii, é a primeira vez que eu vejo seus relatos e estou adorando! *-* obrigada por contar tudo pra gente que ainda não teve a oportunidade de dar umas voltas pela Coréia! HUAHSUHS;

    FIGHTING! ;*

  5. Minha linda seu sorriso é encantador ,acho que isso que muitas vezes as incomodam ,mas com o tempo tudo se ajeita e elas verão o quando vc é doce e admirável por fora e por dentro bjs

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.