Olá, querides!

Vocês provavelmente já devem ter visto (ou não, mas segue em frente) uma ou outra publicação minha aqui no KOREAPOST sobre novidades da K.Ö. Entertainment, empresa da qual faço parte. Pois bem, agora estou de volta com outro intuito: compartilhar com vocês algumas experiências minhas aqui na Coreia!

Pera, Laura. Coreia?

Sim, Coreia. Cheguei em Seul há quase dois meses atrás como estudante intercambista da HUFS – Hankuk University of Foreign Studies, e vou morar aqui até Fevereiro. Nesse meio tempo, vou dividir quinzenalmente com vocês algumas das minhas vivências no outro lado do mundo na nova coluna do KOREAPOST, Laureando!

Ready? Go!

Intercâmbio

Uma das perguntas mais frequentes que meus conhecidos me fizeram até agora foi: mas como é que você foi parar aí???
Eu estudo Letras na USP, e minha faculdade tem convênio com a Universidade em que estou estudando aqui em Seul, a HUFS. Quando abriu o edital para intercâmbio, me inscrevi e mandei os documentos necessários – no meu caso, Plano de Estudos e Currículo. Como é um processo que varia de universidade para universidade, não vou entrar em muitos detalhes. Para mais informações, acessem o canal da K.Ö. Entertainment no YouTube e procurem o quadro Going to KOrea, onde já explicamos um pouco sobre o assunto.

Bem, as matérias que estou fazendo aqui tem que ter relação com meu curso no Brasil, para que eu possa fazer a correspondência de matérias quando voltar. Correspondência de matérias é o seguinte: como não estou esse semestre fazendo os cursos da minha faculdade, eu não peguei as matérias obrigatórias para esse semestre. Confere? Mas se na faculdade em que eu estiver tiver um curso sobre o mesmo assunto que uma das matérias que eu estou “perdendo” no Brasil, eu posso fazer essa matéria aqui e, quando eu voltar, posso pedir a correspondência e não ter que refazer a matéria. Ou seja, eu não “perco” um semestre da minha graduação. Hurray!

Explicações burocráticas a parte, as aulas que peguei são ministradas em inglês, com exceção das aulas sobre a língua coreana, que são ministradas em – tadãm! – coreano. Faz parte do método de ensino daqui (ou pelo menos da HUFS): as aulas de língua estrangeira são ministradas na língua que está sendo ensinada. Então as aulas de português, por exemplo, são ministradas em português.

Eventualmente eu vou falar melhor sobre isso em um vídeo do Going to KOrea, então fiquem de olho! E qualquer dúvida que vocês tiverem sobre esse assunto é, claro, muito bem vinda!

Vida de estudante na Coreia

As matérias que peguei são voltadas para estudantes estrangeiros, ou seja, os intercambistas. Não sei se todas são assim, mas as que eu peguei, pelo menos, são mais “leves”: duas horas de duração e algumas nem têm prova de meio período (midterm exams – 중간시험). Mas alguns amigos intercambistas têm várias apresentações e aulas de três horas, então provavelmente eu só fui sortuda na hora de escolher. Essa semana, entretanto, é justamente a semana dos midterms – inclusive tenho uma prova daqui a pouco -, e finalmente deu pra ver com os meus próprios olhos o que a gente vê em alguns dramas: gente estudando por todo o lado.

Em qualquer lugar. A qualquer hora. É realmente uma loucura, como se fosse um evento especial, mas com uma atmosfera de tensão por todo lado. Eu só tive três provas no total, mas a minha colega de quarto, que é coreana, está tendo pelo menos uma prova todo dia e, além dessa semana, que é a “oficial” para essas provas, ela também vai ter avaliação semana que vem.
Ela tem estudado todos os dias, o dia inteiro, desde a semana passada. Essa semana, quando as provas começaram pra valer, ela tem ido dormir todo o dia entre 2 e 3 horas da manhã e acordado às 7 para estudar. Ela come estudando. Ela seca o cabelo estudando. Ela escova os dentes estudando.

E depois da prova, ela volta pro quarto, descansa por uns 10 minutos, junta os livros, coloca na mochila e vai para a biblioteca, onde ela fica até umas 23h, meia-noite. E não é só ela, todos os estudantes coreanos estão fazendo o mesmo. O toque de recolher do dormitório, que normalmente é de meia-noite durante a semana e 1h às sextas e sábados, está suspenso, já que a administração sabe que o pessoal fica na biblioteca até 4 da manhã – aliás, a biblioteca também está com horário de funcionamento especial. Pelo menos os andares com salas de estudo estão abertos 24h também desde a semana passada.

Aqui no dormitório as meninas estudam no lounge, nas escadas (sim, trombei com uma menina na escada lendo em voz alta, em pé, com os livros jogados no chão, andando de um lado para o outro), na sala de estudo aqui do andar, em. todo. lugar. Eu até fico me sentindo culpada por não ter muito o que estudar. Não dá pra ficar assistindo meu drama tranquila com minha colega de quarto do meu lado estudando loucamente.

Loucuras a parte, o outono está chegando. O tempo anda meio louco, tem dia que só dá pra sair de casa com casaco, tem dia que faz calor. Mas já dá pra ver a chegada da estação nas folhas das árvores, e é com essa imagem que vou fechar a primeira edição de Laureando. Na próxima irei falar sobre coisas mais “leves”. Até!


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



2 COMENTÁRIOS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.